Escolha as suas informações

Luxemburgo terá mais 300 mil residentes em 2050
Luxemburgo 11.03.2021 Do nosso arquivo online

Luxemburgo terá mais 300 mil residentes em 2050

Luxemburgo terá mais 300 mil residentes em 2050

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 11.03.2021 Do nosso arquivo online

Luxemburgo terá mais 300 mil residentes em 2050

Redação
Redação
Em 2050 o Grão-Ducado deverá acomodar cerca de 923.650 pessoas, de acordo com as previsões do Observatório Inter-Regional do Mercado de Trabalho. Número representa um aumento de quase 48% em relação a 2020.

A população residente do Luxemburgo vai aumentar nas próximas décadas. A certeza é dada pelo Observatório Inter-Regional do Mercado de Trabalho citado pelo Wort, que prevê um aumento de quase 50% da população em relação ao ano de 2020. 

O país vai continuar a crescer nas próximas três décadas, mas ainda não será desta que ultrapassa a barreira de um milhão de habitantes. O Observatório estima que o Grão-Ducado terá cerca de 923.650 residentes em 2050, face aos atuais 626.100. Contas feitas, seria um aumento de "quase 48%" da população e mais 300 mil novos habitantes, assinala o último estudo do Observatório. No mercado de trabalho, este aumento pode resultar na entrada de 131.210 novos trabalhadores, um bom incremento para a economia do país. 


No Luxemburgo de 2050 o bem-estar terá de ser tão ou mais importante que o PIB
Consórcio liderado pela Universidade do Luxemburgo vai apresentar ideias inovadoras para um Luxemburgo mais verde, sustentável e resiliente em 2050. Apelo foi feito pelo Executivo.

O Observatório analisou ainda a idade média da população nos próximos anos. Apesar das condições de vida e trabalho do país serem melhores do que noutros  Estados-membros da UE,  o estudo indica que o país não deverá conseguir escapar ao envelhecimento gradual da população residente.

Segundo os previsões do estudo, em 2050 um em cada quatro residentes deverá ter 65 anos ou mais, enquanto que os com menos de 20 anos podem representar menos de um em cada cinco. A faixa etária dos 20 a 64 anos, onde se concentra  grande parte da mão-de-obra, deverá permanecer em maioria. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O número de trabalhadores jovens está a diminuir no Luxemburgo. A idade média dos trabalhadores no Grão-Ducado é agora de 41 anos. A conclusão é de um estudo feito pelo Instituto de Investigação Sócio-Economica do Luxemburgo (Liser, na sigla em inglês) que fez a fotografia sobre a situação dos trabalhadores assalariados no país, entre 1994 e 2018. O retrato é o de uma população ativa envelhecida.