Escolha as suas informações

Luxemburgo suspende uso de hidroxicloroquina em doentes com covid-19
Luxemburgo 27.05.2020

Luxemburgo suspende uso de hidroxicloroquina em doentes com covid-19

Luxemburgo suspende uso de hidroxicloroquina em doentes com covid-19

AFP
Luxemburgo 27.05.2020

Luxemburgo suspende uso de hidroxicloroquina em doentes com covid-19

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
A França e o Panamá também proibiram a utilização do antimalárico, depois dos estudos que alertam para a ineficácia e para os efeitos secundários no tratamento da covid-19.

O Grão-Ducado proibiu o uso da hidroxicloroquina para tratar a covid-19. Em causa estão estudos que alertam para a ineficácia do medicamento na nova doença e até para riscos associados à sua administração, como complicações cardíacas.

O antimalárico também foi retirado do ensaio clínico europeu “Discovery”, no qual o Luxemburgo participa e que visa testar a eficácia de fármacos usados noutras doenças, como ébola ou sida, no tratamento da covid-19. A suspensão do medicamento no Grão-Ducado foi confirmada à RTL pela Direção da Saúde, no dia em que a França anunciou a retirada da hidroxicloroquina dos protocolos sanitários de combate ao novo coronavírus.

Também o Panamá anunciou, esta quarta-feira, a suspensão do medicamento no tratamento de doentes infetados com SARS-CoV-2.

A hidroxicloroquina é um derivado da cloroquina, um medicamento de combate à malária que tem vindo a ser administrado em doentes com covid-19 em vários países.

A eficácia do medicamento no tratamento de doentes com covid-19 tem sido defendida publicamente pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, e pelo seu homólogo brasileiro Jair Bolsonaro.

Um estudo publicado na semana passada pela revista de medicina The Lancet associava a administração da substância a complicações cardíacas. Também dois organismos franceses na área da saúde (Agência de Medicamentos e Conselho Superior de Saúde Pública) opõem-se ao uso do medicamento em doentes com covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas