Escolha as suas informações

Luxemburgo quer ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano
Luxemburgo 15 3 min. 26.10.2017

Luxemburgo quer ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano

Mars di Bartolomeo, durante o discurso na Assembleia Nacional de Cabo Verde.

Luxemburgo quer ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano

Mars di Bartolomeo, durante o discurso na Assembleia Nacional de Cabo Verde.
Foto: Chambre des Députés
Luxemburgo 15 3 min. 26.10.2017

Luxemburgo quer ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano

O presidente da Câmara dos Deputados, Mars Di Bartolomeo, afirmou esta quarta-feira, na cidade da Praia, que o Luxemburgo vai "fazer tudo" para ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano.

O presidente da Câmara dos Deputados, Mars Di Bartolomeo, afirmou esta quarta-feira, na cidade da Praia, que o Luxemburgo vai "fazer tudo" para ajudar Cabo Verde a atingir um milhão de turistas por ano.

"Os luxemburgueses descobrem a cada dia os frutos deste formidável destino turístico que é Cabo Verde. Desejo que possamos contribuir para que o país possa atingir um milhão de turistas e/ou de visitantes dentro de pouco tempo", afirmou o presidente do parlamento luxemburguês.

Mars Di Bartolomeo falava no parlamento cabo-verdiano, numa sessão especial enquadrada no programa de visita de quatro dias de uma delegação parlamentar luxemburguesa a Cabo Verde.

O Governo cabo-verdiano, liderado por Ulisses Correia e Silva, estima receber 1,14 milhões de turistas por ano no final da legislatura, em 2021.

No ano passado, Cabo Verde recebeu 640 mil turistas, um crescimento de 15%, e o demissionário diretor-geral do Turismo, Carlos dos Anjos, avançou há um mês que nos dois primeiros trimestres deste ano foram quase 400 mil.

Carlos dos Anjos referiu que, tendo em conta que é no último trimestre do ano que o país contabiliza mais entradas, até final de 2017 possa chegar aos 800 mil turistas.

Na mesma altura, Cabo Verde apresentou um Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Turismo, em que estimou receber 3,15 milhões de turistas até 2030.

No seu discurso na sessão especial, o ponto alto da visita a Cabo Verde, Mars Di Bartolomeo disse que a cada dia os luxemburgueses estão a descobrir, sendo prova disso que um deputado luxemburguês e a sua família deverão passar as suas férias em Cabo Verde.

O presidente da câmara dos deputados destacou ainda as "excelentes relações" entre os dois países, garantindo que a cooperação nos diversos domínios vai continuar.

Também garantiu que o Luxemburgo "está ao lado" de Cabo Verde a "advogar causas comuns", como fazer face às mudanças climáticas, e "preservar" o que foi conseguido a nível social.

Por sua vez, o presidente do parlamento cabo-verdiano, Jorge Santos, reafirmou que o Luxemburgo é um "parceiro especial" de Cabo Verde, por serem dois países que "partilham valores e desígnios comuns".

Jorge Santos enumerou os "resultados palpáveis" da cooperação entre os dois países, lembrando que um dos "entusiastas" foi o atual presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, enquanto foi primeiro-ministro daquele país europeu.

Num encontro na terça-feira, o compromisso na luta contra a pobreza e as desigualdades nos dois países, as relações de cooperação e a comunidade cabo-verdiana foram assuntos tratados entre os presidentes dos parlamentos.

No âmbito da visita, o presidente do parlamento do Luxemburgo foi recebido ontem pelo Presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca.

A delegação luxemburguesa com o Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.
A delegação luxemburguesa com o Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.
Foto: chambre des Députés

O programa da visita de Mars Di Bartolomeo e sua delegação tem como propósito fortalecer as relações de amizade e de cooperação entre os dois países e a diplomacia parlamentar.

O presidente da Câmara de Deputados do Luxemburgo deslocar-se-á também às ilhas de São Vicente, Santo Antão e Sal onde manterá contactos com as autoridades locais e visitará projetos financiados pela cooperação luxemburguesa.

O Luxemburgo é um dos principais parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde, acolhendo também uma importante comunidade de imigrantes cabo-verdianos.

Em junho, os dois países assinaram o Programa Indicativo de Cooperação (PIC), orçado em 48 milhões de euros, para reforçar os setores das energias renováveis e da água.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Entrevista: Cabo Verde quer atrair empresas luxemburguesas
O primeiro-ministro de Cabo Verde quer atrair o investimento luxemburguês para o arquipélago. "Estamos a trabalhar para que a nossa economia seja atrativa e para que os empresários possam aproveitar as oportunidades existentes", disse Ulisses Correia e Silva ao Contacto.
Ulisses Correia e Silva quer ver os empresários luxemburgueses a "aproveitar as oportunidades existentes" em Cabo Verde