Escolha as suas informações

Luxemburgo. Previsões apontam para 400 novas infeções diárias no Natal
Luxemburgo 2 min. 21.12.2020

Luxemburgo. Previsões apontam para 400 novas infeções diárias no Natal

Luxemburgo. Previsões apontam para 400 novas infeções diárias no Natal

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 2 min. 21.12.2020

Luxemburgo. Previsões apontam para 400 novas infeções diárias no Natal

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A curva das infeções está a diminuir, mas perante o perigo de um crescimento exponencial após a quadra festiva os cientistas apelam ao cumprimento das medidas e gestos barreira.

As medidas de restrição em vigor começam a surtir efeito tendo as novas infeções diárias diminuído ligeiramente na semana passada, declara o grupo de cientistas da task-force Covid-19 que informa semanalmente o Governo sobre a evolução da covid-19 no país.

O país apresenta agora uma “tendência reduzida de 473 casos/dia em comparação com 548 casos/dia durante novembro. Apesar desta diminuição potencialmente desencadeada pelas medidas implementadas, o número de casos ainda é bastante elevado e são necessários esforços sociais contínuos para mitigar ainda mais a atual onda epidémica para trazer a situação para um regime mais controlável”, escrevem os cientistas no seu relatório de 18 de dezembro. Os números de infeções ativas conseguiram descer abaixo das 8000 por dia.

As previsões sobre os casos diários no Natal mantêm-se iguais às da semana precedente, estimando-se que se registem 400 novas infeções por dia. Um número inferior ao inicialmente estimado, o que é um bom sinal.


Xavier Bettel anuncia às 16h00 se vai haver confinamento mais apertado e fecho das escolas
O primeiro-ministro vai explicar em conferência o que foi decidido na reunião especial do Conselho de Ministros que hoje decorre.

Perigo da quadra festiva

Contudo, os cientistas da task-force alertam para o perigo de um crescimento exponencial da curva face à quadra que se aproxima e que "poderia rapidamente sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde". Isto apesar das restrições impostas para a noite da Consoada e do Ano Novo no Luxemburgo. Contudo, há quem vá passar o Natal ao estrangeiro, nomeadamente à terra de origem.

“Em particular, o esperado aumento das interações sociais durante a época de férias, também com os idosos, o que pode levar ao perigo de casos de infeções mais graves”, alertam. Assim, “para evitar um ressalto da dinâmica epidémica para um comportamento exponencial e para controlar um aumento ainda maior de casos”, os cientistas apelam que “é essencial que sejam mantidos os esforços sociais na redução das interações físicas, e o respeito pelas medidas de higiene, além da participação ativa no programa de testagem em larga escala”.


Governo pode decidir fechar tudo exceto lojas alimentares e farmácias a partir de dia 26
Esta possibilidade é avançada pela RTL que indica ainda que Bettel poderá anunciar também o encerramento das escolas até dia 15 de janeiro.

 “Só se agirmos de forma responsável e cautelosa nos nossos contactos sociais poderemos conseguir empurrar a curva das infeções para um nível mais inferior e prevenir um potencial aumento rápido e forte das infeções” no país, referem os cientistas.

Esta tarde, pelas 16h00 o primeiro-ministro Xavier Bettel vai fazer o ponto situação da doença no país e poderá anunciar um confinamento mais rigoroso.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas