Escolha as suas informações

Luxemburgo. Número de mortes por covid-19 começou a descer na última semana
Luxemburgo 2 min. 20.01.2021

Luxemburgo. Número de mortes por covid-19 começou a descer na última semana

Imagem ilustrativa

Luxemburgo. Número de mortes por covid-19 começou a descer na última semana

Imagem ilustrativa
Foto: AFP
Luxemburgo 2 min. 20.01.2021

Luxemburgo. Número de mortes por covid-19 começou a descer na última semana

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Nos hospitais, a situação também continuou a melhorar, na semana de 11 a 17 de janeiro.

O número de novas mortes relacionadas com a covid-19 diminuiu de 26 para 19, no Luxemburgo, na semana de 11 a 17 de janeiro, revela o boletim de balanço semanal do Ministério da Saúde. 

Na semana anterior, a mortalidade tinha registado uma subida face à semana anterior. A idade média das vítimas mortais, entre 11 e 17 de janeiro, ficou nos 77 anos. 


Covid-19. Tendência de descida de casos no Luxemburgo mantém-se na primeira semana de janeiro
Decréscimo nos novos contágios foi acompanhado de menos internamentos, mas ainda não teve impacto na mortalidade que registou uma subida.

Nos hospitais, a situação também continuou a melhorar, com 69 hospitalizações em cuidados normais e 21 hospitalizações em cuidados intensivos, de 11 a 17 de janeiro, por comparação com 76 e 25, respetivamente, na semana anterior.

Entre 11 a 17 de janeiro, o número de pessoas com testes positivos para covid-19 diminuiu de 1.036 para 859 (-17%), tal como o número dos seus contactos próximos identificados de 3.496 para 3.024 (-14%), refere o mesmo boletim. O número de testes PCR realizados durante a semana de 11 a 17 de Janeiro desceu, situando-se nos 51.274 por comparação com os 63.188 da semana anterior. 

O documento salienta ainda uma diminuição dos casos ativos na última semana. A 17 de janeiro, o número de infeções ativas era de 2.336 (contra 2.720 a 10 do mesmo mês). Por outro lado, o número de pessoas curadas aumentou de 44.773 para 45.997. 

Taxas de incidência desce

No período em análise, a taxa de reprodução efetiva (RT eff) diminuiu de 1,06% para 0,92%, enquanto a taxa de positividade em todos os testes realizados (prescrições, testes em grande escala) manteve-se estável em 1,68% em comparação com 1,64% na semana anterior (média durante a semana). Para os testes apenas de prescrição, ou seja, para pessoas com sintomas, foi de 5,16% em comparação com 5,67% na semana anterior. 

Já a taxa de incidência está atualmente nos 137 casos por 100.000 habitantes durante 7 dias, uma descida face à registada na semana de 4 de Janeiro, que foi de 165 casos por 100.000 habitantes, durante igual período. 

Segundo o balanço epidemiológico, a taxa de incidência continua a diminuir ligeiramente em todos os grupos etários, sendo o grupo etário dos 60-74 anos o que apresenta uma taxa de incidência mais baixa, de 86 por 100.000 pessoas. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas