Escolha as suas informações

Luxemburgo não tenciona proibir vistos de curta duração para turistas russos
Luxemburgo 16.08.2022
Guerra na Ucrânia

Luxemburgo não tenciona proibir vistos de curta duração para turistas russos

Guerra na Ucrânia

Luxemburgo não tenciona proibir vistos de curta duração para turistas russos

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Luxemburgo 16.08.2022
Guerra na Ucrânia

Luxemburgo não tenciona proibir vistos de curta duração para turistas russos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Três países europeus estão a proibi-lo atualmente.

O Grão-Ducado não pretende, pelo menos para já, dificultar a vida aos turistas russos que querem visitar o país. 

A informação foi avançada por um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros à rádio 100,7.

No início deste mês, a Estónia parou de emitir vistos para turistas russos, como forma de sanção pela invasão da Ucrânia. Juntamente com a Finlândia e a Letónia, estes países estão a tentar persuadir outros Estados-membros da União Europeia (UE) a fazer o mesmo, suspendendo a emissão de vistos a cidadãos russos.


Jorge e Celia, casal de espanhóis.
O que os turistas mais gostam no Luxemburgo?
Entre os transportes públicos gratuitos ou a limpeza das ruas, os turistas que visitam o Luxemburgo nas férias parecem ficar com boa impressão do país, nomeadamente da capital.

No entanto, e para já, o Luxemburgo não tenciona tomar essa decisão, estando programada para finais deste mês de agosto uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da UE, e aí decidirem em conjunto sobre as novas medidas de pressão à Rússia.  

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Banir ou não cidadãos russos de entrarem na Europa é a questão que será discutida na próxima semana. No seminário Quo Vadis Europa?, o chefe da diplomacia da UE disse ser contra uma proibição total. Mas os países bálticos querem impedir turistas de um país agressor de gozarem das amenidades europeias.