Escolha as suas informações

Luxemburgo não prevê adquirir vacina russa nem chinesa
Luxemburgo 03.03.2021 Do nosso arquivo online

Luxemburgo não prevê adquirir vacina russa nem chinesa

Luxemburgo não prevê adquirir vacina russa nem chinesa

Foto: AFP
Luxemburgo 03.03.2021 Do nosso arquivo online

Luxemburgo não prevê adquirir vacina russa nem chinesa

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
As vacinas da Rússia e da China não foram ainda aprovadas pela agência de medicamentos da União Europeia.

O Luxemburgo não tem planos para adquirir as vacinas da Rússia e da China.A confirmação foi feita à Rádio Latina pela responsável de comunicação do Ministério da Saúde, Monique Putz.

Depois de a imprensa internacional ter citado esta terça-feira o Luxemburgo e a Croácia como Estados-membros que deverão seguir a Hungria na aquisição das vacinas russa e chinesa, por causa dos atrasos com as vacinas autorizadas por Bruxelas, o Ministério da Saúde nega categoricamente essa possibilidade.

Monique Putz esclarece que "o Luxemburgo não equaciona esta via" e nem estabeleceu contactos com os responsáveis dos dois países.

As vacinas da Rússia e da China não foram ainda aprovadas pela agência de medicamentos da União Europeia.

Mesmo assim a Hungria e a Eslováquia já receberam a vacina Sputnik V, da Rússia, sem a aprovação da agência europeia de medicamentos. A Áustria, a República Checa e a Croácia já estarão também em negociações com a Rússia para adquirir a vacina.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas