Escolha as suas informações

Luxemburgo mobilizou 4ME em ajuda humanitária desde fevereiro
Luxemburgo 18.11.2022
Cooperação

Luxemburgo mobilizou 4ME em ajuda humanitária desde fevereiro

Cooperação

Luxemburgo mobilizou 4ME em ajuda humanitária desde fevereiro

Foto: Ukraine Presidency/Planet Pix vi
Luxemburgo 18.11.2022
Cooperação

Luxemburgo mobilizou 4ME em ajuda humanitária desde fevereiro

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Apesar de se destacar o apoio à Ucrânia, Cabo-Verde, Nigéria, Burkina Faso, Mali, Senegal e Laos fazem parte dos seis países prioritários do Luxemburgo.

O Governo mobilizou quatro milhões de euros em ajuda humanitária desde o início da invasão russa na Ucrânia. Devido ao inverno, está previsto doar mais quatro milhões de euros.

Uma informação avançada, esta terça-feira, pelo ministro da Cooperação e Ação Humanitária, Franz Fayot, na sua declaração sobre a política de cooperação ao desenvolvimento no Parlamento.

O ministro salientou ainda que a longo prazo é preciso ajudar a Ucrânia na reconstrução do país. Estima-se que serão necessários 350 mil milhões de dólares, sendo que o Luxemburgo também vai contribuir.


Exército luxemburguês preparado para dar apoio à Ucrânia
O Exército luxemburguês deverá ainda participar na formação de soldados ucranianos.

Franz Fayot acrescentou que a guerra na Ucrânia e as alterações climáticas têm contribuído para acentuar a insegurança alimentar no mundo, por isso diz ser importante continuar a ajudar os países mais afetados. 

Cabo-Verde, Nigéria, Burkina Faso, Mali, Senegal e Laos fazem parte dos seis países prioritários do Luxemburgo. 

O Grão-Ducado já investiu cerca de 40 milhões de euros na agricultura sustentável e no acesso a bens alimentares em 2021, e prevê aumentar o montante, para mais de 60 milhões de euros, em 2022.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas