Escolha as suas informações

Luxemburgo escolhido para sede do Centro Europeu para Investigação de Recursos Espaciais
Luxemburgo 27.11.2019

Luxemburgo escolhido para sede do Centro Europeu para Investigação de Recursos Espaciais

Étienne Schneider, à direita, no momento da assinatura do acordo.

Luxemburgo escolhido para sede do Centro Europeu para Investigação de Recursos Espaciais

Étienne Schneider, à direita, no momento da assinatura do acordo.
Foto: ESA
Luxemburgo 27.11.2019

Luxemburgo escolhido para sede do Centro Europeu para Investigação de Recursos Espaciais

A Agência Espacial do Luxemburgo prevê uma receita a rondar os 170 mil milhões de euros gerada pela exploração dos recursos naturais no espaço durante os próximos 30 anos.

A Agência Espacial Europeia (ESA, no acrónimo em inglês) e a Agência Espacial Luxemburguesa assinaram hoje um acordo para impulsionar a cooperação em matéria de exploração dos recursos espaciais e de inovação.

O memorando de cooperação vai permitir à Agência Espacial Luxemburguesa e alguns parceiros criar no Grão-Ducado a sede do Centro Europeu de Inovação de Recursos Espaciais, um organismo de pesquisa para investigadores públicos e privados de toda Europa.

Foto: ESA

Assinado pelo vice-primeiro-ministro, Étienne Schneider, e pelo diretor geral da agência europeia, Jan Wörner, à margem do Conselho Ministerial da ESA que decorre entre hoje e amanhã em Sevilha, o acordo de cooperação inclui ainda domínios como o apoio comercial, a gestão do conhecimento ou a concentração de competências.

O desenvolvimento da indústria aeroespacial tem sido uma das apostas do atual Governo, desde 2016, com a criação da SpaceResources.lu, iniciativa que visa criar parcerias para explorar recursos minerais no espaço.

A Agência Espacial do Luxemburgo prevê uma receita a rondar os 170 mil milhões de euros gerada pela exploração dos recursos naturais no espaço durante os próximos 30 anos.

HB