Escolha as suas informações

Luxemburgo é um dos países onde as aulas começam mais tarde
Luxemburgo 04.09.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo é um dos países onde as aulas começam mais tarde

Luxemburgo é um dos países onde as aulas começam mais tarde

Foto: Arquivo LW
Luxemburgo 04.09.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo é um dos países onde as aulas começam mais tarde

A rentrée escolar à porta e cada país tem a sua data. Em Portugal, as escolas reabrem as portas entre 10 e 13 de setembro, um pouco mais cedo que o Luxemburgo.

O Luxemburgo é um dos países da União Europeia (UE) onde as aulas começam mais tarde, este ano é no dia 16 de setembro.

De acordo com dados da plataforma da UE que analisa os sistemas educativos europeus, Eurydice, os alunos da escola primária no Luxemburgo, Bulgária e Albânia são os penúltimos a regressar às aulas, todos no mesmo dia. Só em Malta as aulas começam mais tarde.

Em Portugal, as escolas reabrem as portas entre 10 e 13 de setembro.

Ainda no Luxemburgo, os alunos do 7° ano, ou seja, o primeiro ano de liceu, começam as aulas no dia 17 de setembro, enquanto os restantes alunos dos chamados liceus clássicos e técnicos começam dois dias depois do ensino primário, a 18 de setembro.

Este ano letivo, as aulas vão terminar no dia 15 de julho de 2020. Os alunos vão ter em média perto de 180 dias de aulas (fins de semana não incluídos) e 60 dias de feriado (excluindo as férias de verão).

HB


Notícias relacionadas

Até ao final da semana, 137.758 alunos regressam às aulas no Luxemburgo, dos quais 48.176 ingressam esta quinta-feira, 15 de Setembro, no ensino fundamental, de acordo com os números divulgados esta terça-feira pelo Ministério da Educação Nacional.
As escolas públicas abrem as portas esta quinta-feira
A expulsão de uma aluna de 17 anos do Liceu Técnico do Centro, em Limpertspberg, na capital, está a mexer com professores e alunos daquela escola. Quando alguém bate à porta da sala, o medo é o sentimento dominante entre os alunos, que temem que o caso possa voltar a repetir-se naquele liceu.
Os alunos do LTC não compreendem porque é que as autoridades luxemburguesas expulsam os colegas refugiados a meio de um trimestre
O regresso às aulas no Luxemburgo arrancou esta segunda-feira, com centenas de escolas primárias a reabrirem as portas a 46.870 alunos. Na terça, foi a vez dos alunos do sétimo ano do liceu, com os restantes alunos do secundário (41.063) a regressarem às aulas esta quarta-feira. O CONTACTO acompanhou o primeiro dia de aulas dos alunos portugueses na maior escola primária do país, em Esch-sur-Alzette. Um dia de “nervos” e ansiedade para a maioria das crianças.
15.09.10 rentree scolaire schulbeginn 2010, primaerschule hesperange grundschule ecole primaire, eleves schule schueler education bildung, photo: Marc Wilwert