Escolha as suas informações

Luxemburgo é o único país em que o número de farmacêuticos diminuiu

Luxemburgo é o único país em que o número de farmacêuticos diminuiu

Foto: Marc Wilwert
Luxemburgo 17.01.2019

Luxemburgo é o único país em que o número de farmacêuticos diminuiu

O Luxemburgo é o único Estado-membro da União Europeia onde o número de farmacêuticos diminuiu.

De acordo com um estudo divulgado pelo gabinete de estatísticas da Comissão Europeia, com dados referentes a 2016, o Grão-Ducado regista 69 farmacêuticos por cada 100 mil habitantes, quando sete anos antes tinha 73.

A profissão aumentou em todos os países europeus, com o Luxemburgo a ser a única exceção.

Os países com mais farmacêuticos por habitantes são Malta (133), Bélgica (122) e Espanha (121), refere o Eurostat.

Ainda sobre a saúde, recorde-se que o ministro luxemburguês com essa tutela, Étienne Schneider, admitiu ontem que o país está confrontado com uma penúria de médicos qualificados.


Notícias relacionadas