Escolha as suas informações

Luxemburgo é o terceiro país da Europa que gasta menos em alimentação
Luxemburgo 09.12.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo é o terceiro país da Europa que gasta menos em alimentação

Luxemburgo é o terceiro país da Europa que gasta menos em alimentação

Luxemburgo 09.12.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo é o terceiro país da Europa que gasta menos em alimentação

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Os gastos com alimentos e bebidas não alcoólicas representam apenas 9% da despesa total das famílias residentes no Grão-Ducado.

No Grão-Ducado as despesas com alimentação e bebidas não alcoólicas representam 9,1% das despesas totais mensais do agregado familiar. 

Apenas a Irlanda (8,7%) e o Reino Unido (7,8%) têm despesas menores para encher a despensa entre os países da União Europeia, de acordo com um estudo do Eurostat.

A Áustria (9,7%) e a Alemanha (10,8%) completam o top dos cinco países onde se despende menos do orçamento neste bens de consumo.

A alimentação e bebidas não alcoólicas são a terceira maior parcela das despesas domésticas nas famílias da União Europeia, depois da 'habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis', responsável por 24,0% das despesas domésticas, seguindo-se o 'transporte', responsável por para 13,2%, revelam os dados de 2018.

No total, em 2018, as famílias da UE gastaram mais de 1 047 mil milhões de euros (equivalente a 6,6% do PIB da UE) em 'alimentos e bebidas não alcoólicas'.

Os agregados familiares na Roménia foram entre os europeus, os que mais gastaram em nestes bens (27,8%), o que representa um quinto das despesas totais de consumo. Seguem-se as famílias da Lituânia (20,9%) e as da Estónia (19,6%).

Em relação ao PIB, as despesas das famílias em bens de consumo representam 33,3% do produto interno bruto do Luxemburgo, o segundo mais baixo da UE, atrás da Irlanda (30%).

As despesas com alimentos e bebidas não alcoólicas representam 3% do PIB no Grão-Ducado. A habitação (8,1% do PIB) e os transportes (5,3%) são as parcelas mais elevadas, das despesas das famílias do Grão-Ducado.

Já Portugal é um dos três países onde estas despesas representam uma maior parcela do PIB, 68,8%, à sua frente estão apenas a Croácia (72.7%) e o Chipre (72.1%).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas