Escolha as suas informações

Luxemburgo desce um lugar no 'ranking' sobre corrupção no setor público
Luxemburgo 29.01.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo desce um lugar no 'ranking' sobre corrupção no setor público

Luxemburgo desce um lugar no 'ranking' sobre corrupção no setor público

Foto: Daniel Reinhardt/dpa
Luxemburgo 29.01.2019 Do nosso arquivo online

Luxemburgo desce um lugar no 'ranking' sobre corrupção no setor público

O Luxemburgo desceu um lugar no 'ranking' de 2018 sobre a perceção da corrupção no setor público, elaborado anualmente pela Transparency International.

Juntamente com o Canadá, o grão-ducado ocupa agora a nona posição entre os 180 países analisados, obtendo uma pontuação de 81 pontos em 100 possíveis.

Apesar da descida, o Luxemburgo está 15 pontos acima da média europeia (Europa Ocidental e UE), que é de 66 pontos (média que se mantém inalterada desde 2017) e 38 acima da média global, que é de 43 pontos.

Dinamarca e Noruega ocupam as duas primeiras posições do índice, com 88 e 87 pontos, respetivamente. A terceira posição do ‘ranking’ é ocupada ‘ex aequo’ pela Finlândia, Singapura, Suécia e Suíça, todos com uma pontuação de 85 pontos.

Na parte inferior do índice estão a Somália, o Sudão do Sul e a Síria, com 10, 13 e 13 pontos, respetivamente.

O Índice de Perceções de Corrupção é considerado o principal indicador global sobre os níveis de corrupção no setor público de cada país. O índice avalia 180 países e territórios a partir das perceções de especialistas externos e de organizações internacionais, num total de 13 fontes, e usa uma escala de zero a 100 pontos, em que zero significa “corrupção elevada” e 100 “transparência elevada”.

Diana Alves / Lusa


Notícias relacionadas