Escolha as suas informações

Crianças poderão começar a ser vacinadas durante as férias de Natal no Luxemburgo
Luxemburgo 25.11.2021
Covid-19

Crianças poderão começar a ser vacinadas durante as férias de Natal no Luxemburgo

Covid-19

Crianças poderão começar a ser vacinadas durante as férias de Natal no Luxemburgo

Luxemburgo 25.11.2021
Covid-19

Crianças poderão começar a ser vacinadas durante as férias de Natal no Luxemburgo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
As primeiras doses do fármaco para a Europa estão previstas chegar a 20 de dezembro, sendo que o Luxemburgo deverá receber 18 mil doses numa primeira entrega.

As crianças entre os 5 e os 11 anos poderão começar as ser vacinadas já nas férias de Natal no Luxemburgo. Uma informação avançada pelo Diretor da Saúde, Jean-Claude Schmit, esta quinta-feira à RTL.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou esta quinta-feira a administração da vacina contra a covid-19 da BioNTech/Pfizer a crianças com menos de 12 anos. Esta é a primeira vacina recomendada na União Europeia para esta faixa etária.

As primeiras doses do fármaco para a Europa estão previstas chegar a 20 de dezembro, sendo que o Luxemburgo deverá receber 18 mil doses numa primeira entrega.


Há cada vez mais surtos de covid-19 nas escolas do Luxemburgo
Quase 17% das novas infeções ocorreram na comunidade escolar, na semana passada, com maior incidência nas escolas do ensino fundamental.

Segundo o Diretor da Saúde as primeiras crianças poderão começar a ser vacinadas durante as férias de Natal, que começam a 20 de dezembro e terminam a 2 de janeiro.

A EMA explica que, para as crianças dos 5 aos 11 anos de idade, a dose de Pfizer “será inferior à utilizada em pessoas com 12 anos ou mais”, mas “tal como no grupo etário mais velho, é administrada como duas injeções nos músculos do antebraço, com três semanas de intervalo”.

Recorde-se que os efeitos secundários nas crianças são semelhantes aos das outras pessoas com mais de 12 anos, como por exemplo, dor e inchaço no local da injeção, cansaço ou ainda dores musculares.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas