Escolha as suas informações

Luxemburgo cria Centro Europeu de Inovação para recursos espaciais
Luxemburgo 04.08.2020

Luxemburgo cria Centro Europeu de Inovação para recursos espaciais

Luxemburgo cria Centro Europeu de Inovação para recursos espaciais

Foto: Pixabay
Luxemburgo 04.08.2020

Luxemburgo cria Centro Europeu de Inovação para recursos espaciais

Manuela PEREIRA
Manuela PEREIRA
Esta terça-feira é dado mais um passo na criação do Centro Europeu de Inovação para Recursos Espaciais. Será assinado um acordo de cooperação entre o Ministério da Economia e o Instituto de Ciência e Tecnologia do Luxemburgo (LIST, na sigla inglesa), tutelado pelo Ministério do Ensino Superior e da Investigação.

O protocolo vai ser rubricado pelo ministro da Economia, Franz Fayot, e o seu homólogo do Ensino Superior e da Investigação, Claude Meisch, numa conferência de imprensa marcada para as 10h30, onde serão divulgados mais detalhes sobre a nova entidade que será dedicada à investigação e ao desenvolvimento relacionados com os recursos espaciais

O novo centro de inovação insere-se na iniciativa governamental "Space Resources" que existe há quatro anos. Em novembro do ano passado ficou a saber-se que o Grão-Ducado albergaria a sede do Centro Europeu de Inovação para os Recursos Espaciais, graças a um memorando de cooperação assinado pela Agência Espacial Europeia e pela Agência Espacial Luxemburguesa. 


Luxemburgo já está no Espaço
O Luxemburgo inaugura hoje uma nova etapa na história do país: uma agência dedicada à exploração do Espaço. O projeto tem como objetivo apoiar o desenvolvimento económico da indústria espacial.

O Luxemburgo ambiciona fazer do espaço um negócio rentável através da exploração de minérios. A Agência Espacial Luxemburguesa estima que o negócio possa gerar 170 mil milhões de euros nos próximos 30 anos.

O espaço é a grande aposta do Governo grão-ducal com vista à diversificação económica do pequeno país. Como tal, o Luxemburgo tornou-se há três anos no primeiro país da Europa a legislar de forma a explorar e utilizar os recursos espaciais. A lei atribui às empresas privadas ou às parcerias público-privadas com sede no país, a propriedade exclusiva das matérias encontradas no espaço, de forma a poderem comercializá-las.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Luxemburgo reforça parceria com a NASA
A agência espacial luxemburguesa aproveitou o 70° Congresso Astronáutico Internacional para aprofundar a cooperação com a organização norte-americana, com a Lua no horizonte.
A Washington, l'Agence spatiale luxembourgeoise vient de signer deux accords de coopération majeurs.
Luxemburgo já está no Espaço
O Luxemburgo inaugura hoje uma nova etapa na história do país: uma agência dedicada à exploração do Espaço. O projeto tem como objetivo apoiar o desenvolvimento económico da indústria espacial.