Escolha as suas informações

Luxemburgo congela 2,5 mil milhões de euros de ativos russos
Luxemburgo 31.03.2022 Do nosso arquivo online
Sanções à Rússia

Luxemburgo congela 2,5 mil milhões de euros de ativos russos

Sanções à Rússia

Luxemburgo congela 2,5 mil milhões de euros de ativos russos

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 31.03.2022 Do nosso arquivo online
Sanções à Rússia

Luxemburgo congela 2,5 mil milhões de euros de ativos russos

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O Ministério das Finanças garantiu que as entidades financeiras tudo têm feito para que as sanções contra a Rússia sejam mantidas.

O Luxemburgo congelou, até agora, 2,5 mil milhões de euros em ativos russos. O montante foi avançado pela ministra das Finanças, Yuriko Backes, em sede de comissão parlamentar. Segundo a ministra, este dinheiro russo está concentrado em contas bancárias e ações de capital. 

Yuriko Backes referiu que estes congelamentos surgiram no âmbito das sanções à Rússia por parte da União Europeia após a invasão à Ucrânia a 24 de fevereiro e nada têm a ver com as sanções que já existiam contra a Rússia.


Empresas do Luxemburgo cortam relações com a Rússia
A Accumalux, a Kronospan, Guardian e a Paul Wurth são alguns exemplos de negócios que deixaram de exportar para o país.

O Ministério das Finanças garantiu ainda que, até à data, as regras estão a ser respeitadas e que as entidades financeiras tudo têm feito para que as sanções contra a Rússia sejam mantidas.

"O regime de sanções da UE contra a Rússia está a ter resultados tangíveis no Luxemburgo, sendo que o Grão-Ducado está a cumprir plenamente o seu papel em resposta à invasão russa na Ucrânia", assegurou Backes.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Conselho da UE decidiu esta sexta-feira impor novas sanções à Bielorrússia e formalizou o sexto pacote sancionatório a Moscovo, no âmbito da invasão da Ucrânia pela Rússia, há 100 dias.
Lukashenko, um aliado de Moscovo.