Escolha as suas informações

Luxemburgo. Comissão Europeia prevê recessão de 6,2% em 2020
Luxemburgo 07.07.2020 Do nosso arquivo online

Luxemburgo. Comissão Europeia prevê recessão de 6,2% em 2020

Luxemburgo. Comissão Europeia prevê recessão de 6,2% em 2020

Foto: LW
Luxemburgo 07.07.2020 Do nosso arquivo online

Luxemburgo. Comissão Europeia prevê recessão de 6,2% em 2020

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Bruxelas estima que o PIB do Grão-Ducado caia 6,2% este ano, abaixo da média da zona euro. No entanto, vai haver uma contração das economias dos 27 Estados-membros, sem exceção.

A Comissão Europeia publicou suas previsões económicas para 2020 e espera um queda na zona euro de 8,7% este ano, sendo que o Luxemburgo ficará pelos 6,2%. Em 2021, deverá ver um aumento de 5,4% no PIB. 

Em maio, o executivo comunitário incluía o Grão-Ducado na lista de cinco países com menos de 6% (a par de Irlanda, Suécia, Hungria e Bulgária). Segundo a Comissão Europeia, a procura interna no Luxemburgo vai cair devido ao menor consumo e investimento privado, enquanto o consumo do Governo deverá cobrir apenas parte da queda de 2020.  

Esta queda generalizada deve-se, sobretudo, ao impacto que a pandemia de coronavírus está a ter em todos os setores da economia. Entre os mais afetados, estão países como a Itália, Espanha ou França, cujo PIB poderá cair mais de 10% este ano. Portugal deverá enfrentar uma recessão de 9,8%. 


Bruxelas prevê recessão em Portugal de 9,8%
A Comissão Europeia agravou hoje as suas previsões económicas para Portugal este ano face aos choques da covid-19, estimando agora uma contração de 9,8% do PIB, muito acima da anterior projeção de 6,8% e da do Governo, de 6,9%.

As perspectivas para a inflação ficam-se pelos de 0,3%, em 2020, e 1,1%, em 2021. A Comissão observa que os preços do petróleo e dos alimentos subiram mais do que o esperado. 

"Estamos longe de ficar fora de perigo e enfrentamos muitos riscos, incluindo uma nova grande onda de infecções", disse Valdis Dombrovskis, vice-presidente da Comissão Europeia, citado pelo Paperjam. 

A Comissão afirma, no entanto que "os primeiros dados de maio e junho parecem indicar que o pior já passou".


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A economia do Grão-Ducado deverá crescer 3,5% este ano e 3,3% no próximo ano. As estimativas constam do relatório da Previsão Económica de Verão da Comissão Europeia que foi hoje divulgado. Os valores hoje apresentados representam uma revisão em baixa face à previsão da Primavera, divulgada em maio, que apontava para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,7% para este ano e de 3,5% para 2019.
O comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, apresentou hoje as Previsões Económicas de Verão da Comissão Europeia.
A Comissão Europeia confirmou quinta-feira um novo dinamismo da economia luxemburguesa, revendo em alta as previsões de crescimento do país até 2017. Segundo o executivo europeu, o PIB do Grão-Ducado pode crescer entre 4 e 5% nos próximos dois anos.
Illu - Finanzplatz - Place financiere - Luxembourg - Photo : Pierre Matge
O Luxemburgo deverá crescer este ano 3,1%, 3,2% em 2016 e 3% em 2017. Na zona euro, o Luxemburgo só é ultrapassado por Malta e pela Irlanda, segundo as previsões económicas da Comissão Europeia divulgadas hoje.
O sector bancário continua a ser o motor da economia luxemburguesa