Escolha as suas informações

Luxemburgo. 99 alunos das escolas do país estão em quarentena
Luxemburgo 2 min. 01.07.2020

Luxemburgo. 99 alunos das escolas do país estão em quarentena

Luxemburgo. 99 alunos das escolas do país estão em quarentena

Luxemburgo 2 min. 01.07.2020

Luxemburgo. 99 alunos das escolas do país estão em quarentena

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
CORREÇÃO: Erradamente escrevemos que 45 estudantes do ensino secundário e 54 crianças da primária de seis municípios estavam infetadas. Está incorreto. Estão sim em quarentena. Pelo lapso pedimos desculpas. No secundário há 9 alunos infetados e na primária mais de 5 casos.

O Ministro da Educação Claude Meisch explicou ontem aos deputados o ponto de situação sobre a propagação do vírus nas escolas do país.

No ensino secundário do Grão-Ducado o novo coronavírus foi detetado em cinco turmas, de duas escolas, tendo obrigado 45 alunos a interromper as aulas e ficar em quarentena, “rigorosa e formal”, como noticia a RTL. Noutras quatro escolas secundárias oito pessoas testaram positivo para o vírus, mas nestes casos não houve necessidade de colocar ninguém em quarentena, adiantou o Ministro da Educação aos deputados.

O novo coronavírus também já ‘entrou’ nas escolas primárias do Luxemburgo  obrigando 54 crianças a voltar para casa em quarentena. Estes alunos pertencem a escolas de quatro municípios diferentes, disse o ministro, citado pela RTL.

No ensino secundário há pelo menos 9 alunos e dois professores infetados, desde a reabertura das escolas, segundo números divulgados pelo Ministro da Educação, que frisou que a "escola não é fonte de contágio".

Contágios fora das escolas


Há pelo menos 9 alunos e 2 professores infetados nas secundárias do Luxemburgo
Ministro da Educação recusa voltar a encerrar escolas por causa da pandemia.

Os casos divulgados de infeção em crianças ocorreram fora do ambiente escolar, cinco crianças infetadas na escola fundamental de Wiltz e várias em escolas do mesmo nível domunicípio de Differdange. 


Wiltz. Cinco crianças infetadas na escola fundamental “Millermoaler”
Os estudantes são originários da mesma família, as autoridades afirmam que o contágio foi feito em casa, mas pediram para serem testadas as outras crianças que tiveram contacto com os cinco alunos com coronavírus.

No primeiro caso, as cinco crianças são oriundas da mesma família, ou seja, não foi na escola fundamental “Millermoaler”, em Wiltz, que frequentam que o vírus circulou, como informou o Ministro da Educação. 

No município de Differdange, o Diretor do Ensino Fundamental da Região de Differdange, Marc Bodson, confirmou os casos de infeção na comunidade escolar numa carta enviada aos pais e que a Rádio Latina teve acesso.


Casos de covid-19 na comunidade escolar de Differdange
Diretor do Ensino Fundamental da Região garante que a transmissão ocorreu fora do ambiente escolar, numa carta a que a Rádio Latina teve acesso.

 “Vários casos de covid-19 foram detetados na comunidade escolar do ensino fundamental da região de Differdange, nos últimos dias. Os alunos e professores das turmas afetadas estão em quarentena”, informou Marc Bodson. Contudo, frisou, “até ao momento, não há registo de contaminações nas nossas escolas. As transmissões ocorreram fora do ambiente escolar, ou seja, em contexto privado”.

Estes casos incluem-se entre as 48 situações de crianças do ensino fundamental que  estão isolamento em casa por contágios ocorridos fora dos estabelecimentos escolares. Os números foram avançados por Claude Meisch aos deputados referindo que destas 48 crianças, 33 pertencem a um clube de futebol e terão sido contaminadas durante uma sessão de fotografias.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas