Escolha as suas informações

Luxair. Ministro Bausch diz que prioridade é manutenção dos postos de trabalho
Luxemburgo 18.09.2020

Luxair. Ministro Bausch diz que prioridade é manutenção dos postos de trabalho

Luxair. Ministro Bausch diz que prioridade é manutenção dos postos de trabalho

Photo: Lex Kleren
Luxemburgo 18.09.2020

Luxair. Ministro Bausch diz que prioridade é manutenção dos postos de trabalho

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O ministro da Mobilidade, François Bausch, garante estar a seguir de perto a evolução da crise pandémica e o seu impacto, entre outros, no setor da aviação. Tal como o próprio Bausch admite “é sem dúvida um dos setores mais afetados pela crise”.

François Bausch diz que o objetivo passa por não haver despedimentos e manter os trabalhadores da companhia aérea luxemburguesa, não excluindo porém transferências a nível interno.

Para garantir o futuro da Luxair – da qual o Estado é acionista, detendo 39,05% do capital social da companhia aérea luxemburguesa – o ministro Bausch explica ainda que está a ser elaborado um “plano aviação 2020-2023” para adaptar o setor às evoluções estruturais e assim garantir a sustentabilidade.

Os resultados destes trabalhos vão ser apresentados na próxima reunião tripartida que vai ter lugar a 7 de outubro. O ministro da Mobilidade qualifica a reunião tripartida desta quinta-feira de “construtiva”. 

O encontro juntou membros do Governo e delegações dos sindicatos e da direção da Luxair à mesma mesa. Essas negociações ‘a três’ no setor da aviação previam-se complicadas, com os sindicatos a criticar a falta de diálogo social por parte da direção da empresa.


Sindicatos criticam falta de diálogo social na Luxair e passam à ação
“A direção da Luxair está a infringir a tripartida no setor da aviação e ignora o diálogo social”. Uma posição partilhada pelos sindicatos OGBL, LCGB e NGL-SNEP, que defendem os direitos dos trabalhadores da companhia aérea luxemburguesa.

Para colocar alguma pressão tanto no Governo como no patronato, a OGBL, LCGB e NGL-SNEP promoveram um piquete de protesto em Kirchberg, um pouco antes da reunião. 

Uma ação que reuniu centenas de pessoas.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas