Escolha as suas informações

Luxair considera que todas as línguas europeias deviam ser permitidas nos testes à covid-19
Luxemburgo 23.02.2021 Do nosso arquivo online

Luxair considera que todas as línguas europeias deviam ser permitidas nos testes à covid-19

Luxair considera que todas as línguas europeias deviam ser permitidas nos testes à covid-19

Foto: Luxemburger Wort/Anouk Antony
Luxemburgo 23.02.2021 Do nosso arquivo online

Luxair considera que todas as línguas europeias deviam ser permitidas nos testes à covid-19

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Obrigação de testes traduzidos para uma das três línguas oficiais do Luxemburgo e o inglês tem trazido problemas às companhias aéreas, considerou esta terça o diretor-geral da Luxair.

A Luxair considera que os resultados negativos dos testes PCR para entrar no Grão-Ducado deviam poder ser ser traduzidos em todas as línguas europeias. Atualmente as autoridades luxemburguesas impõem um teste negativo a quem chega de avião traduzido para uma das três línguas oficiais do Luxemburgo - alemão, francês e luxemburguês - ou o inglês, o que tem trazido problemas às companhias aéreas. 

Em declarações à RTL o diretor-geral da Luxair, Gilles Feith, considerou que apesar de no geral não ter havido problemas nas viagens das férias de Carnaval, a empresa registou alguns incidentes com alguns passageiros devido aos resultados dos testes exigidos pelo Grão-Ducado a quem embarca num voo com destino do país. A medida está em vigor desde 29 de janeiro e conta com algumas exceções.


Teste PCR traduzido? Em Portugal, basta pedir
Não há laboratório em Portugal que não traduza o resultado do teste, pelo menos, em inglês.

Mais de 1.300 passageiros da Luxair regressaram das férias de Carnaval no passado fim de semana. Para Gilles Feith, poder ter testes traduzidos em todas as línguas europeias facilitaria a vida dos passageiros. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas