Escolha as suas informações

Licença parental pode chegar aos 3.200 euros
Luxemburgo 24.04.2015 Do nosso arquivo online
Decisão do Governo, sindicatos e patrões

Licença parental pode chegar aos 3.200 euros

Decisão do Governo, sindicatos e patrões

Licença parental pode chegar aos 3.200 euros

Foto: Anouk Antony
Luxemburgo 24.04.2015 Do nosso arquivo online
Decisão do Governo, sindicatos e patrões

Licença parental pode chegar aos 3.200 euros

Vai haver mais dinheiro para a licença parental. Governo, sindicatos e patronato acordaram esta sexta-feira que a licença parental poderá chegar aos 3.200 por mês.

Vai haver mais dinheiro para a licença parental. Governo, sindicatos e patronato acordaram esta sexta-feira que a licença parental poderá chegar aos 3.200 por mês.

No futuro, os pais poderão optar por uma licença parental financeiramente mais interessante, que poderá ser equivalente ao salário mensal, com um limite máximo de 3.200 euros.

Este foi um dos principais pontos da agenda da reunião tripartida desta sexta-feira, que reuniu o Governo, sindicatos e os patrões. 

Actualmente, os pais podem gozar uma licença parental de seis meses após o nascimento, ficando o outro progenitor com a possibilidade de recorrer à licença antes de o menor atingir os cinco anos. Em alternativa, a licença pode ser gozada durante um ano, em regime de “part-time” (trabalho a tempo parcial), dependendo neste caso do acordo da entidade patronal.

Os parceiros sociais acordaram uma maior flexibilização da licença parental. Os pais vão ter também a possibilidade de escolher quatro meses a tempo inteiro ou mesmo um dia por semana durante 20 meses, caso o patrão esteja de acordo.

A tripartida volta a reunir a 12 de Outubro para discutir a carga horária do trabalho e a questão das 52 semanas de baixa médica que, se ultrapassadas, implicam a perda automática do emprego e da assistência social.


Notícias relacionadas

Diário de uma mãe imigrante a mil
A licença parental não existe só em benefício dos mais pequenos. É um meio que permite a adaptação dos adultos ao dantesco desafio de trazer uma criança ao mundo.