Escolha as suas informações

'Lei covid' expira a 15 de julho. Governo decide esta quinta-feira que medidas vão vigorar
Luxemburgo 08.07.2021
Covid-19

'Lei covid' expira a 15 de julho. Governo decide esta quinta-feira que medidas vão vigorar

Covid-19

'Lei covid' expira a 15 de julho. Governo decide esta quinta-feira que medidas vão vigorar

Foto:Guy Jallay/Luxemburger Wort
Luxemburgo 08.07.2021
Covid-19

'Lei covid' expira a 15 de julho. Governo decide esta quinta-feira que medidas vão vigorar

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Acompanhe a conferência de imprensa no Contacto a partir das 14h.

A atual 'lei covid' caduca já na próxima semana, no dia 15 de julho. A lei em vigor a partir de 13 de junho decretou o relaxamento das medidas contra a pandemia no Grão-Ducado, mas com o novo aumento de casos de infeção no país paira a incerteza sobre se as atuais medidas de alívio continuarão a vigorar. 

O Executivo reúne-se esta quinta-feira no habitual Conselho de Ministros e deverá anunciar depois as medidas que vigorarão a partir de 15 de julho. A reunião não contará com a presença do primeiro-ministro, Xavier Bettel, pelo menos de forma presencial, uma vez que continua hospitalizado devido a uma insuficiência respiratória provocada pela covid-19.

Segue-se depois uma conferência que será transmitida em direto pelo Contacto a partir das 14h, onde se saberá que medidas vão vigorar na nova 'lei covid'. A conferência será conduzida pela ministra da Saúde, Paulette Lenert e o vice-primeiro-ministro, Dan Kersch.  


Foi Bettel quem escolheu Gramegna para o substituir nos assuntos correntes
Fonte do Ministério de Estado confirmou à Rádio Latina que a escolha foi do próprio primeiro-ministro, que continua a coordenar o trabalho do Governo à distância, depois de ter sido internado devido à covid-19.

Desde 13 de junho que deixou de existir o recolher obrigatório, restaurantes e cafés puderam ficar abertos até à 1h da madrugada. O limite máximo de pessoas que podem estar à mesa nos estabelecimentos ou que podem ser admitidas em casa também passou de quatro para dez. Mudanças que trouxeram mais liberdade aos cidadãos do país, após um ano de restrições. 

Mas desde a semana passada o número de novos casos tem aumentado consideravelmente, ultrapassando diariamente mais de 100 novas infeções. A variante Delta (antiga indiana), a que tem gerado maior preocupação das autoridades mundiais e noutros países, é atualmente a variante mais presente no Grão-Ducado, uma situação que poderá ditar um regresso a mais restrições.

Em oposição, o facto de as hospitalizações continuarem baixas e o número de óbitos ter estagnado,- um óbito registado no último balanço diário - podem ser argumentos para um não recuo nas medidas atuais. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Confirmação foi feita pelo próprio ministro da Mobilidade e dos Transportes, François Bausch, em entrevista à RTL. Anúncio de alívio das medidas será feito esta tarde pelo Governo a partir das 15h.
NewsDesk, Sperrstunde im Luxembourg, Couvre Feu,  Place d’Armes, Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort