Escolha as suas informações

Juncker rejeita voltar à política no Luxemburgo
Luxemburgo 29.03.2019 Do nosso arquivo online

Juncker rejeita voltar à política no Luxemburgo

Juncker rejeita voltar à política no Luxemburgo

Foto: AFP
Luxemburgo 29.03.2019 Do nosso arquivo online

Juncker rejeita voltar à política no Luxemburgo

Presidente da Comissão Europeia diz que vai terminar o seu mandato em novembro, mas não quer regressar à política luxemburguesa.

Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia, rejeita qualquer possibilidade de regressar à política no Luxemburgo, afirmando em entrevista à revista do Luxembourg Times que "está fora de questão" essa hipótese e que irá cumprir o seu mandato europeu até novembro.

Recorde-se que Juncker demitiu-se do cargo de primeiro-ministro luxemburguês em julho de 2013 na sequência do "caso das escutas ilegais dos serviços secretos luxemburgueses" que, após a apresentação de duas moções de censura por parte da oposição e dos próprios socialistas, levou à queda do Executivo de coligação entre o CSV e o LSAP com as consequentes eleições antecipadas. O julgamento do caso, no qual Juncker é uma das principais testemunhas, foi adiado "sine die", mas, no passado dia 18, ficou a saber-se que vai iniciar-se no próximo mês de novembro.

Por outro lado, na mesma entrevista Juncker, de 64 anos, avaliou diferenças entre instituições e cidadãos da União Europeia. "Seria muito simples alguém colocar questões sobre os populistas da Europa, até porque há críticas legítimas à política europeia. Não sou um fanático ingénuo da integração na União Europeia, vejo as coisas como qualquer cidadão comum vê", sintetizou.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas