Escolha as suas informações

Juncker critica próprio partido CSV no "caso Engel"
Luxemburgo 17.04.2021

Juncker critica próprio partido CSV no "caso Engel"

Juncker critica próprio partido CSV no "caso Engel"

Foto: Lynn Theisen
Luxemburgo 17.04.2021

Juncker critica próprio partido CSV no "caso Engel"

Roland ARENS
Roland ARENS
Jean-Claude Juncker foi presidente do CSV por cinco anos, primeiro-ministro do Luxemburgo por 18, e presidente da Comissão da UE por cinco. Segundo Juncker, a situação em torno do contrato de trabalho do ex-líder do CSV poderia ter sido esclarecida de outra forma.

Jean-Claude Juncker criticou o próprio partido pelo comportamento no caso sobre o pagamento do ex-líder Frank Engel. 

O facto de membros do partido CSV terem denunciado o próprio presidente deixou-o triste e zangado, disse Juncker no sábado no programa de rádio da RTL "Background". No entanto, admitiu que Engel também tinha cometido erros. Juncker descreveu o ex-presidente como altamente inteligente mas, por vezes, o seu próprio inimigo.


Frank Engel admite vir a liderar novo partido
"Após a pandemia, o país poderá precisar de uma nova tendência política", afirma o antigo líder do CSV, numa entrevista à RTL no dia a seguir ao anúncio de Claude Wiseler como candidato oficial ao cargo de presidente do partido.

O CSV é como uma "uma pessoa adulta que não está livre de reflexos pós-puberdade", e a disputa foi desnecessária e um grande mal-entendido, disse ele. A situação poderia ter sido esclarecida de forma diferente, sem varrer nada para debaixo do tapete. "O partido e o país são mais importantes do que estas manobras", disse. 

No programa, Juncker excluiu também o seu regresso na reorganização do seu partido. Estaria, no entanto, disponível para aconselhar o CSV, se lhe fosse pedido. O partido quer reorganizar-se no congresso já a 24 de Abril. 

Caso Engel

Frank Engel foi denunciado por colegas do partido, por alegadamente ter recebido salários indevidos durante meio ano e acabou por deixar o cargo de presidente do CSV a 19 de março, sendo substituído na altura, temporariamente, pelas  duas vice-presidentes, Elisabeth Margue e Stéphanie Weydert. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

CSV elege novo líder este sábado
Congresso nacional do partido realiza-se amanhã e é marcado pela escolha do sucessor de Frank Engel, que saiu envolto num escândalo. Claude Wiseler, o único candidato, deverá ser confirmado como o novo presidente do partido.
Frank Engel admite vir a liderar novo partido
"Após a pandemia, o país poderá precisar de uma nova tendência política", afirma o antigo líder do CSV, numa entrevista à RTL no dia a seguir ao anúncio de Claude Wiseler como candidato oficial ao cargo de presidente do partido.
Caso SREL: CSV quer demissão de Xavier Bettel
O maior partido da oposição, CSV, pede a demissão do primeiro-ministro caso se venha a provar que Xavier Bettel tenha estado envolvido no "afastamento" de Jean-Claude Juncker, após um "encontro privado" em 2012 com o antigo membro dos serviços secretos luxemburgueses (SREL), André Kemmer.
Xavier Bettel está na mira do maior partido da oposição, o CSV