Escolha as suas informações

Já se inscreveram 300 refugiados ucranianos na ADEM
Luxemburgo 23.05.2022
Emprego

Já se inscreveram 300 refugiados ucranianos na ADEM

No Luxemburgo, foi concedido o estatuto de proteção temporária a 3.014 pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia.
Emprego

Já se inscreveram 300 refugiados ucranianos na ADEM

No Luxemburgo, foi concedido o estatuto de proteção temporária a 3.014 pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia.
Foto: AFP
Luxemburgo 23.05.2022
Emprego

Já se inscreveram 300 refugiados ucranianos na ADEM

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Os refugiados ucranianos têm um estatuto que lhes permite aceder diretamente ao mundo do trabalho no Grão-Ducado.

Mais de 300 refugiados ucranianos já se inscreveram na Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM) com o objetivo de encontrarem um trabalho que lhes permita adquirir a independência financeira no país. Estes dados foram revelados, esta quinta-feira, pela diretora da ADEM, Isabelle Schlesser, à RTL.

Segundo a responsável, 70% dos inscritos são mulheres e a maioria tem altas qualificações. Cerca de 80% têm um diploma universitário.

No entanto, o maior desafio para estes refugiados é a língua. Embora a maioria domine o inglês, Isabelle Schlesser sublinha que em certos setores é possível trabalhar falando somente o inglês, porém, noutros setores, o francês, alemão ou luxemburguês são essenciais.

De acordo com o primeiro-ministro, Xavier Bettel, o Luxemburgo já acolheu cerca de 5.000 refugiados oriundos da Ucrânia, desde a invasão russa, em fevereiro.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Centro de acolhimento para refugiados da Ucrânia já está a funcionar na capital. O Grão-Ducado vai ainda conceder "estatuto de proteção temporária" às famílias que tiveram de fugir da Ucrânia após a invasão russa.