Escolha as suas informações

Igreja luxemburguesa organiza coleta para ajudar reconstrução de Notre-Dame

Igreja luxemburguesa organiza coleta para ajudar reconstrução de Notre-Dame

Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort
Luxemburgo 2 min. 16.04.2019

Igreja luxemburguesa organiza coleta para ajudar reconstrução de Notre-Dame

Jean-Claude Hollerich, Arcebispo do Luxemburgo, afirmou que a igreja luxemburguesa está "completamente solidária com a igreja de Paris".

O Arcebispo do Luxemburgo, Jean-Claude Hollerich, revelou hoje que será feita uma coleta para angariar fundos, esta quarta-feira, na missa que se celebra na catedral da capital luxemburguesa, para ajudar na reconstrução do emblemático monumento parisiense que foi parcialmente destruído por um incêndio esta segunda-feira.

Em entrevista concedida à edição francesa do Luxembruger Wort Hollerich afirmou que a Igreja está solidária com os católicos parisienses. "O Luxemburgo tem muitos católicos provenientes de Paris que trabalham no país e participam ativamente na vida da nossa igreja, o que de certa forma nos torna mais próximos da comunidade parisiense. Por isso, a dor deles é também a nossa."

 "Além disso, enviamos regularmente seminaristas nossos estudar em Paris. Um desses jovens, Yves Olinger, será ordenado padre muito brevemente, durante a 'octave'. É importante mostrar a nossa solidariedade entre igrejas, sobretudo em momentos dolorosos como este", sublinhou o arcebispo.  

Sobre a ajuda que a Igreja católica luxemburguesa conta atribuir para a reconstrução da catedral de Notre-Dame, o bispo informou que a missa de amanhã terá uma coleta para ajudar nas obras de reconstrução. "Esta quarta-feira, a partir das 18h, realiza-se uma missa crismal na catedral, cerimónia na qual vou falar sobre a solidariedade para com a Igreja de Paris na minha homilia. Em seguida farei uma oração a Nossa Senhora Consoladora dos Aflitos, a mesma de Paris. Os fundos angariados na coleta dessa missa serão enviados para Paris. É nosso dever sermos solidários. Mesmo através dos nossos parcos meios, sobretudo em ocasiões como esta", disse.


Residente no Luxemburgo de férias em Paris. "Foi uma sorte termos mudado de planos"
Katiane Gelsleuchter, brasileira residente no Luxemburgo, está de visita a Paris e relatou ao Contacto o que conseguir ver e saber sobre o incêndio que deflagrou esta segunda na catedral de Notre-Dame.

Também hoje, duas famílias francesas multimilionárias, Arnaut e Pinault, anunciaram a doação de 200 e 100 milhões de euros, respetivamente, destinados à reconstrução da catedral de Notre-Dame, depois do incêndio desta segunda-feira que destruiu parcialmente o edifício considerado Património Mundial da Humanidade.

Instado sobre se tinha alguma recordação especial vivida na catedral de Notre-Dame, o Monsenhor, lembrou-se de algumas: "Quando estive no Japão, vim com os meus alunos visitar a catedral de Notre-Dame, várias vezes, a Paris. Era sempre uma alegria. Participei também em várias cerimónias religiosas com seminaristas e não só, e lembro-me de ter feito, também, algumas confissões a pessoas de várias nacionalidades", recorda.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.