Escolha as suas informações

Horesca pede aos cafés e restaurantes para respeitarem as regras sanitárias
Luxemburgo 12.11.2020 Do nosso arquivo online

Horesca pede aos cafés e restaurantes para respeitarem as regras sanitárias

Horesca pede aos cafés e restaurantes para respeitarem as regras sanitárias

Foto: AFP
Luxemburgo 12.11.2020 Do nosso arquivo online

Horesca pede aos cafés e restaurantes para respeitarem as regras sanitárias

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O objetivo é evitar o encerramento que já foi decretado em alguns países vizinhos.

A federação dos hotéis, restaurantes e cafés, Horesca, apela aos estabelecimentos do setor para respeitaram as regras sanitárias em vigor. 

Ao contrário de alguns países vizinhos, no Luxemburgo os restaurantes, cafés e hotéis permanecem abertos, mas a situação poderá mudar se as regras não forem acatadas, alerta a Horesca.

Em causa estão as multas emitidas nos últimos dias pela polícia a alguns estabelecimentos que não cumprem todas as disposições legais. Uma situação que, segundo a Horesca, põe em perigo a saúde pública, a situação sanitária e poderá causar o fecho geral no setor.

Para evitar um cenário deste tipo no país, a federação apela aos estabelecimentos a respeitarem as normas em vigor e volta a lembrar que as multas por incumprimento das regras sanitárias variam entre 4 mil e 8 mil euros e em caso de reincidência pode resultar na retirada temporária da autorização de comércio.Entre as regras principais a respeitar estão o máximo de quatro pessoas por mesa, o máximo de 100 clientes dentro de um restaurante, todos os clientes devem estar sentados e o encerramento deve ocorrer até às 23 horas, início do recolher obrigatório.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas