Escolha as suas informações

Horários das lojas são para respeitar - OGBL
Luxemburgo 22.10.2019

Horários das lojas são para respeitar - OGBL

Horários das lojas são para respeitar - OGBL

Luxemburgo 22.10.2019

Horários das lojas são para respeitar - OGBL

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A lei dos horários das lojas comerciais determina o seu encerramento, o mais tardar às 19:00, na véspera de feriados.

A pouco mais de uma semana de novo feriado (dia 1 de novembro), a central sindical OGBL exige que as empresas respeitem a legislação.

A maior central sindical do país relembra, em comunicado, que a lei só abre uma exceção para os estabelecimentos comerciais que se podem manter abertos até às 20:00, graças ao respetivo contrato coletivo de trabalho.

No entanto, “algumas empresas violam essa disposição legal e ficam abertas até às 20:00”, sublinha a OGBL.

A central sindical lamenta que “esta violação da lei se repita, cada vez mais”.

Em contrapartida, os patrões do setor do comércio têm insistido, cada vez mais, na “liberalização dos horários”.

A OGBL opõe-se as essas pretensões, em prol dos interesses dos trabalhadores e da respetiva conciliação entre vida privada e vida profissional, num setor com horários já “extremamente flexibilizados”.

A central sindical promete “agir com firmeza sempre que os patrões não respeitem a lei”.


Notícias relacionadas

OGBL vai formar sindicatos em Cabo Verde
A ONG de solidariedade sindical da OGBL está em negociações com a União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNTC-CS) para a futura criação de um centro de formação sindical e profissional na capital do arquipélago. Mas até lá chegar, a prioridade vai ser a formação de uma equipa de trabalho.