Escolha as suas informações

Homem encontrado morto no lago Haute-Sûre
Luxemburgo 25.11.2018 Do nosso arquivo online

Homem encontrado morto no lago Haute-Sûre

Homem encontrado morto no lago Haute-Sûre

Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 25.11.2018 Do nosso arquivo online

Homem encontrado morto no lago Haute-Sûre

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O corpo do homem que foi dado como desaparecido na sexta-feira, no lago do Haute-Sûre, foi encontrado hoje sem vida.

De acordo com a polícia grã-ducal, o corpo foi encontrado esta manhã por "mergulhadores privados", que alertaram as autoridades.

"Os mergulhadores privados alertaram os serviços de socorro depois de terem encontrado um corpo sem vida no fundo do lago, junto à ligação entre Lultzhausen e Insenborn. Os mergulhadores do Corpo Grão-Ducal de Incêndio e Socorros (CGDIS) entraram imediatamente em ação para recuperar o corpo da vítima", pode-se ler no comunicado divulgado às 17h37 deste domingo.

"Constatou-se que era a pessoa que a polícia procurava na sexta-feira à tarde com a ajuda de cães pisteiros e de um mergulhador do CGDIS", acrescenta a polícia, que exclui uma causa externa ligada a esta morte. "A influência externa pode ser excluída como causa da morte".

As buscas de sexta-feira foram interrompidas às 17h devido à fraca visibilidade. Na altura contaram ainda com a intervenção de agentes policiais, alunos da escola de polícia e um helicóptero, que procuravam o desaparecido tanto no lago como na zona florestal envolvente.

Lista de mortes em lagos aumenta

Nos últimos anos, são já vários os casos de tragédias no lago Haute-Sûre, de acesso livre. No início deste ano foi salva ali uma pessoa, mas em 2014 foi registada a morte de uma mulher.

Em 2010, um adolescente de 14 anos e uma mulher de 26 anos perderam ali a vida, levando o então deputado Fernand Etgen (ministro da Agricultura em funções) a apresentar uma questão parlamentar sobre a falta de segurança no lago Haute-Sûre ao então primeiro-ministro Jean-Claude Juncker.

Antes desse ano, morreu um homem nesse lago, em 2007, e dois anos antes outra mulher.

O lago Haute-Sûre regista praticamente o dobro de tragédias que em Rermerschen. Neste lago, com entrada paga, morreram no verão passado o rapper luso-cabo-verdiano Puto G e um cidadão búlgaro. Em 2015, um jovem de 16 anos originário do Malawi perdeu também a vida.


Notícias relacionadas

Há um monstro no lago de Remerschen, como na lenda do Loch Ness? No domingo morreu mais um homem afogado no local onde há um mês se afogou o rapper português Puto G, e as dúvidas multiplicam-se sobre a segurança do local. A estância balnear é explorada pela autarquia de Schengen, que cobra entrada. Apesar disso, não tem um único nadador-salvador no recinto, como apurou o Contacto. As algas que infestam o lago também dificultam os socorros e podem contribuir para o risco de afogamento, denuncia um responsável da proteção civil. A autarquia diz que há placas a dizer que o lago não é vigiado e que os visitantes "nadam por sua conta e risco". Mas será que um cartaz chega para descartar as responsabilidades?