Escolha as suas informações

Há mais mulheres nos cargos de decisão das instituições públicas
Luxemburgo 08.02.2019

Há mais mulheres nos cargos de decisão das instituições públicas

Há mais mulheres nos cargos de decisão das instituições públicas

Luxemburgo 08.02.2019

Há mais mulheres nos cargos de decisão das instituições públicas

A taxa de mulheres nos conselhos de administração dos estabelecimentos públicos atingiu os 40%.

A taxa de mulheres nos conselhos de administração dos estabelecimentos públicos atingiu os 40%. É a primeira vez que o Estado ultrapassa a barreira dos 40%, de acordo com o balanço intermédio sobre a igualdade de género, divulgado hoje pelos ministros da Igualdade entre Mulheres e Homens, Taina Bofferding, e da Economia, Étienne Schneider.


Mulheres menos saudáveis do que os homens no Luxemburgo?
Serão as mulheres menos saudáveis do que os homens no Luxemburgo? Dados do Eurostat sobre a esperança de vida saudável mostram, pelo menos, que por cá elas começam a sentir limitações físicas mais cedo do que eles.

O estudo revela que a percentagem de mulheres nos cargos de decisão das instituições públicas passou que 30,24%, em 2015, para 40,19%, em 2019. Note-se que o número abrange apenas as administrações 100% públicas, ou seja, não inclui as empresas público-privadas. Nessas, a proporção de mulheres em cargos de decisão ainda não alcançou a meta dos 40%.

O número leva os ministros a falarem num “sucesso notável”. Embora reconheça que o sistema de quotas não é a solução milagrosa para resolver a questão da subrepresentação do sexo feminino nos órgãos de decisão, Taina Bofferding considera que se trata de uma ferramenta útil.

Diana Alves e Manuela Pereira