Escolha as suas informações

Há dados científicos para o encerramento de cafés e restaurantes?
Luxemburgo 11.01.2021 Do nosso arquivo online

Há dados científicos para o encerramento de cafés e restaurantes?

Há dados científicos para o encerramento de cafés e restaurantes?

Foto: John Schmit
Luxemburgo 11.01.2021 Do nosso arquivo online

Há dados científicos para o encerramento de cafés e restaurantes?

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
A federação do setor, a Horesca, disse na passada semana que "nunca foram revelados dados científicos" sobre o encerramento de restaurantes, cafés e estabelecimentos similares e pediu explicações à ministra.

Todos os setores de atividade económica reabrem esta segunda-feira. No entanto, há uma exceção: o setor da horeca, que vai manter-se fechado até 31 de janeiro. A justificação, segundo a ministra da Saúde, Paulette Lenert, é que o setor representa "um perigo maior na propagação do novo coronavírus". 

Em reação, a federação do setor, a Horesca, disse na passada semana que "nunca foram revelados dados científicos" sobre o encerramento de restaurantes, cafés e estabelecimentos similares e pediu explicações à ministra sobre esta diferenciação. A Rádio Latina perguntou ao Instituto de Saúde do Luxemburgo (Luxembourg Institut of Health - LIH) quais seriam as razões científicas que levam a considerar o setor horeca como "um risco maior na propagação da covid-19", permanecendo, ao contrário de outros comércios, encerrado até ao final do mês. 


Horesca quer sistema de vouchers para hotéis, cafés e restaurantes válido durante um ano
A reivindicação encabeça uma lista de várias exigências divulgada pela organização após um encontro com o ministro das Classes Médias, Lex Delles.

Na resposta, o diretor do instituto, Ulf Nehrbass, disse que não tem esses dados científicos e remete para Paulette Lenert. A Rádio Latina pediu entretanto esses dados à ministra da Saúde, mas continua ainda a aguardar uma resposta sobre as razões científicas na base desta decisão. O setor da hotelaria, restauração e cafetaria está encerrado desde 26 de novembro de 2020 e deverá totalizar 125 dias de fecho forçado desde o início da pandemia.  

(Henrique de Burgo, jornalista da Rádio Latina)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas