Escolha as suas informações

Greve. Ryanair diz que todos os voos saíram hoje de manhã
Luxemburgo 24.08.2019

Greve. Ryanair diz que todos os voos saíram hoje de manhã

Greve. Ryanair diz que todos os voos saíram hoje de manhã

Silas Stein/dpa
Luxemburgo 24.08.2019

Greve. Ryanair diz que todos os voos saíram hoje de manhã

“Não esperamos quaisquer problemas nos voos para/desde Portugal no resto do dia”, disse a companhia sobre este quarto dia de paralisação.

A Ryanair informou hoje que todos os voos que tiveram Portugal como origem ou destino foram esta manhã realizados, com 97% de pontualidade, apesar da greve dos tripulantes da companhia de aviação ‘low cost’, que se prolonga até domingo.

Numa nota publicada no seu sítio na Internet, a companhia de aviação salienta que hoje, até às 10h00, todos os voos que tiveram como destino e/ou que partiram de Portugal decorreram “como planeado e com 97% de pontualidade (devido a alguns atrasos no controlo de tráfego aéreo)”.

“Não esperamos quaisquer problemas nos voos para/desde Portugal no resto do dia”, acrescentou a Ryanair.

A Ryanair salienta ainda que na sexta-feira, terceiro dia de greve, a empresa “completou” os 212 voos programados para ou desde Portugal, 91% dos quais com cumprimento do horário, tendo transportado 38.000 passageiros.

A empresa opera em Portugal em Lisboa, Porto, Faro e Ponta Delgada.

A greve dos tripulantes, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), teve início na passada quarta-feira e termina no domingo.

A paralisação conta com serviços mínimos decretados pelo Governo, que abrangem não só os Açores e Madeira, mas também as cidades europeias de Berlim, Colónia, Londres e Paris.

Na base desta greve está, segundo referiu o SNPVAC, o facto de a Ryanair continuar a “incumprir com as regras impostas pela legislação portuguesa, nomeadamente no que respeita ao pagamento dos subsídios de férias e de Natal, ao número de dias de férias e à integração no quadro de pessoal dos tripulantes de cabine contratados através das agências Crewlink e Workforce”.

Lusa


Notícias relacionadas

Ryanair encerra base de Faro e despede 100 trabalhadores
O sindicato garante que está aberto a negociações, mas vai avançar com a greve nos moldes em que está prevista, tendo em conta os resultados das conversações de hoje. O pré-aviso entregue na semana passada contempla uma paralisação entre dos dias 21 e 25 de agosto. Os serviços mínimos desta nova greve deveriam ter sido definidos esta terça-feira, mas não houve acordo.
Ryanair hoje em greve
São cerca de centena e meia os voos cancelados e perto de 30 mil os passageiros atingidos pela paralisação do pessoal de cabine.
Ryanair em greve a partir de 28 de setembro
A paralisação abrangerá os tripulantes da transportadora aérea na Bélgica, Holanda, Itália, Espanha e Portugal, que se batem por contratos que respeitam a legislação laboral desses países. A companhia minimiza o efeito da greve para os 400.000 passageiros que têm bilhete para os dias da greve.
Ryanair garante que greve de tripulantes provoca "ligeiras perturbações"
A transportadora aérea Ryanair garantiu que a greve de hoje dos tripulantes de cabine em Portugal está a provocar "ligeiras perturbações" na operação, afirmando a sua gratidão pelos funcionários "ignorarem" a paralisação. No site da Lux-airport não há registo de atrasos de voos provenientes de Portugal.