Escolha as suas informações

Grão-Duque e Bettel esperados na Índia em 2021
Luxemburgo 2 min. 20.11.2020

Grão-Duque e Bettel esperados na Índia em 2021

Grão-Duque e Bettel esperados na Índia em 2021

Photo : Chris Karaba
Luxemburgo 2 min. 20.11.2020

Grão-Duque e Bettel esperados na Índia em 2021

Adiada na primavera, a deslocação estratégica depende da evolução da pandemia.

O primeiro-ministro indiano renovou o seu convite ao Chefe de Estado luxemburguês, durante uma reunião com o "parceiro" e homólogo Xavier Bettel para discutir parcerias futuras. 

O Wort escreve que as relações entre o Grão-Ducado e a Índia nunca foram tão boas. Quase 3 mil indianos vivem atualmente no Luxemburgo e mesmo o número de empresas indianas com sede no país é bastante significativo. 

Antecipa-se no entanto que a relação venha a sair reforçada nesta época de crise económica com a assinatura de uma série de memorandos de entendimento para dar expressão concreta à recuperção no domínio do comércio, finanças, inovação, desenvolvimento sustentável e tecnologias de informação e comunicação. 

Photo : SIP

Até o espaço está em discussão. Entre os acordos de cooperação alcançados, é também digno de nota o novo relacionamento entre a Bolsa de Valores do Luxemburgo e duas instituições financeiras indianas, o Banco Estatal da Índia e a India International Exchange. Este último trata em particular do desenvolvimento das finanças verdes e das regras de análise ESG (ambiental, social e de governação) na avaliação das empresas cotadas. A cooperação na indústria do aço também saiu reforçada. 

Falta a diplomacia

Foi no âmbito da "produtiva reunião" que Narendra Modi insistiu que o Grão-Duque Henri não deveria adiar mais as suas viagens ao país. A deslocação tinha sido planeada para a primavera, mas teve de ser adiada devido à pandemia que só na Índia fez mais de 132 mil mortos e 9 milhões de casos positivos. 

O convite foi também estendido a Xavier Bettel e aos membros do seu governo, nomeadamente para eventualmente inaugurar a embaixada do Luxemburgo na capital indiana. 

Noutros planos, os primeiros-ministros confirmaram o seu apoio mútuo para a concessão de lugares na ONU. Além disso, ao nível do Conselho de Segurança, o Luxemburgo apoiou a candidatura da Índia a um lugar não permanente (2021-2022) e apoiará igualmente a candidatura da Índia a um lugar permanente. 

A Índia, por seu lado, comprometeu-se a apoiar a candidatura do Luxemburgo ao Conselho dos Direitos Humanos da ONU para o período 2022-2024. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas