Escolha as suas informações

Grão-Ducado acolhe cinco migrantes do Aquarius

Grão-Ducado acolhe cinco migrantes do Aquarius

Foto: AFP
Luxemburgo 10.09.2018

Grão-Ducado acolhe cinco migrantes do Aquarius

Quatro eritreus e um somali chegaram ontem vindos de Malta, no âmbito da operação de relocalização por solidariedade em termos europeus.

Quatro cidadãos da Eritreia e um da Somália, que tinham chegado a Malta a bordo do navio de ajuda humanitária Aquarius a 15 de agosto, foram ontem acolhidos pelas autoridades no Luxemburgo, no âmbito da operação de relocalização após apelo à solidariedade ao qual responderam cinco países.

Segundo o Governo, elementos da Direção de Imigração e do Gabinete Luxemburguês de Acolhimento e Integração (OLAI) receberam os cidadãos no aeroporto, depois de, durante o mês de agosto, vários representantes daquela entidade se terem deslocado a Malta para identificar migrantes que necessitassem de proteção internacional.

O Executivo luxemburguês explica que, a partir daqui, os cinco migrantes vão ser enquadrados nos procedimentos de asilo previstos pela lei de 18 de dezembro de 2015 sobre proteção internacional e temporária.

A 15 de agosto, o Aquarius pôde, enfim, atracar no porto de La Valletta após recusas iniciais das autoridades italianas e maltesas que levaram a uma espera de cinco dias. A autorização só chegou depois de cinco países europeus - Alemanha, Espanha, França, Luxemburgo e Portugal - aceitarem acolher os migrantes que tinham sido resgatados do mar pelo navio de ajuda humanitária.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas