Escolha as suas informações

Governo revela plano de desconfinamento para lares de idosos
Luxemburgo 2 min. 16.03.2021 Do nosso arquivo online

Governo revela plano de desconfinamento para lares de idosos

Governo revela plano de desconfinamento para lares de idosos

Foto: Shutterstock
Luxemburgo 2 min. 16.03.2021 Do nosso arquivo online

Governo revela plano de desconfinamento para lares de idosos

Redação
Redação
A vacinação nos lares do Grão-Ducado pode estar completa já no final de março. O que acontece depois? Visitas e saídas vão voltar a ser permitidas, mas com restrições e testes realizados previamente.

No início do mês, a ministra da Família, Corinne Cahen, garantia que até 25 de março a vacinação nos lares de idosos estaria completa. Com a campanha de vacinação a decorrer, apesar dos percalços com a vacina da AstraZeneca, há que pensar no que muda após o processo estar concluído nas residências séniores. Em resposta a uma pergunta parlamentar esta terça-feira, Corinne Cahen revelou algumas diretrizes delineadas pelo Governo para um desconfinamento faseado. 

Na resposta aos deputados do LSAP Mars Di Bartolomeo e Georges Engel,  a ministra da Família enumera algumas normas a implementar nos 52 lares do país que vão permitir, por exemplo, a retoma das visitas. Para evitar novos surtos, como o que vitimou 14 idosos em Niederkorn, Corinne Cahen diz que "as visitas só estarão autorizadas 14 dias após a injeção da segunda dose da vacina contra a covid-19". A ministra pede ainda aos estabelecimentos que criem um "registo dos visitantes" na receção "para facilitar a localização e o contacto em caso de infeção". 

Ainda em relação aos visitantes, estes terão de fazer um teste antes de qualquer visita, seja PCR ou  teste rápido. O número de pessoas autorizadas por visita vai manter-se igual ao número permitido de pessoas recebidas num agregado- máximo de duas pessoas e terão de pertencer ao mesmo agregado familiar.

Outras das indicações tem a ver com as saídas dos residentes destas estruturas. Os residentes que receberam a segunda dose da vacina, e que respeitaram o prazo de 14 dias, poderão sair da estrutura sem que seja necessária uma quarentena. O uso de máscara e o distanciamento físico vão continuar a ser obrigatórios mesmo após a segunda injeção. 

Sem adiantar datas em concreto, Cahen revela apenas que as medidas deverão  entrem em vigor  brevemente, uma vez que a vacinação poderá estar completa já no final da próxima semana. Dados revelados recentemente demonstram que  67,80% das pessoas que morreram com covid-19 no Grão-Ducado tinham mais de 79 anos

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas