Escolha as suas informações

Governo reforça lei para controlar violência nas manifestações
Luxemburgo 20.05.2022
Política

Governo reforça lei para controlar violência nas manifestações

Política

Governo reforça lei para controlar violência nas manifestações

Foto: Elena Arens
Luxemburgo 20.05.2022
Política

Governo reforça lei para controlar violência nas manifestações

Susy MARTINS
Susy MARTINS
As autoridades do Luxemburgo viram-se a braços com uma nova realidade devido às recentes manifestações ligadas à crise sanitária. A violência de alguns participantes levou a que a polícia pedisse apoio à Bélgica.

O Governo decidiu reforçar o quadro legislativo relativo às demonstrações públicos para se preparar melhor para prevenir eventuais atos de violência que possam decorrer nessas situações.

O texto, apresentado esta quarta-feira em comissão parlamentar pelos ministros Sam Tanson e Henri Kox, prevê um aumento das penas em caso de rebelião e de rebelião com arma, que poderão ir até três anos de prisão e cinco mil euros de multa.


Governo levanta perímetro de segurança para manifestações
O ministro da Segurança Interna, Henri Kox, anunciou esta terça-feira o fim da limitação da área de protestos à zona entre o parque Glacis e a Place de l’Europe.

Cuspir num agente da polícia ou atirar objetos contra as autoridades também vai passar a ser punível pela lei.  Tossir na direção de outra pessoa com o objetivo de transmitir uma doença pode implicar uma pena de até três anos de prisão. 

Durante a crise sanitária, houve 12 manifestações, sendo que uma média de 400 polícias estiveram em ação. As autoridades efetuaram ainda uma vintena de detenções administrativas. 

A maioria dos deputados acolheu de forma positiva as alterações à lei. O texto será agora submetido a análise da comissão parlamentar da Justiça.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas