Escolha as suas informações

Governo decreta luto até sábado pela morte de Camille Gira
Camille Gira.

Governo decreta luto até sábado pela morte de Camille Gira

Foto: Archives LW
Camille Gira.
Luxemburgo 3 min. 17.05.2018

Governo decreta luto até sábado pela morte de Camille Gira

Secretário de Estado luxemburguês morreu esta quarta-feira e deixa dois filhos.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e das Infraestruturas, Camille Gira, morreu esta quarta-feira, aos 59 anos. Da política aos movimentos ecologistas têm chegado reações à sua morte.

Governo lamenta morte "súbita e inesperada" e decreta luto até sábado

"O Governo está profundamente entristecido em anunciar a morte de um dos seus membros, o Secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e das Infraestruturas, Camille Gira. A morte súbita e inesperada ocorreu na noite de 16 de maio de 2018", refere um comunicado do ministério de Estado, publicado esta quarta-feira.

Já esta quinta-feira, o Governo anunciou "luto" até sábado e apelou às instituições públicas a "pôr as suas bandeiras a meia haste desde esta quinta-feira, 17 de maio, até sábado, 19 de maio de 2018".

"Um livro de condolências vai estar aberto hoje para aqueles que queiram (...) prestar uma última homenagem a Camille Gira", refere o Governo em comunicado. O livro de condolências vai estar disponível entre as 14h e as 18h, na sexta (das 8h às 18h) e no sábado (das 10h às 16h), no Ministério de Estado (rue de la Congrégation, n° 4).

O conselho de Ministros previsto para esta sexta-feira foi adiado para que os membros do Governo possam prestar homenagem ao secretário de Estado.

Xavier Bettel destaca "dedicação exemplar"

"Nos seus mandatos políticos, seja a nível municipal ou a nível nacional, o Sr. Gira sempre demonstrou uma dedicação exemplar. Ele também se comprometeu durante toda a sua carreira política com os valores fundamentais da tolerância, solidariedade e respeito", destaca o documento.

"Além deste compromisso, ele tem sido um porta-voz apaixonado das suas crenças ecológicas, incluindo a proteção dos recursos naturais e do meio ambiente ", sublinhou o primeiro-ministro e ministro de Estado, Xavier Bettel, que em nome do Governo, apresentou sinceras condolências à esposa, dois filhos, família e entes queridos de Camille Gira.

Câmara dos Deputados suspende sessão e partilha condolências com a família


A Câmara dos Deputados suspendeu a sessão pública agendada para hoje. A decisão foi tomada pelo presidente do Parlamento, Mars di Bartolomeo, e pelos líderes das bancadas parlamentares, "em sinal de respeito pela família, amigos e colegas do político ecologista".

Numa nota divulgada no seu site oficial, a Câmara dos Deputados expressa ainda as condolências aos familiares do Secretário de Estado.

"Um homem Verde"

O presidente do partido dos Verdes, Christian Kmiotek, publicou nas redes sociais que Camille Gira era "um homem, um Verde, reto por dentro como por fora. Ele caiu como um carvalho durante uma tempestade".

François Bausch "triste"

O colega de partido e ministro do Desenvolvimento Sustentável e das Infraestruturas, François Bausch, com quem trabalhava mais de perto, manifestou a "enorme tristeza".

"Não será esquecido"

O ministro das Finanças, Piere Gramegna, manifestou que Camille Gira não será esquecido. Líderes dos partidos CSV, ADR, LSAP, Déi Lénk também manifestaram o voto de pesar.

Movimento ecológico diz que Camille era um homem de "valores"

A presidente do "Mouvement écologique", Blanche Weber, também reagiu em comunicado.

"Camille esteve ativo desde a década de 1980 como membro do Mouvement Ecologique a nível regional e na direção nacional. Com a sua convicção, paixão, humanidade, mas também humor, ele abraçou fortemente as nossas ideias de proximidade ecológica, desenvolvimento regional e proteção da natureza e do clima. (...) Era um homem de valores, particularmente feliz, um bom amigo...".

Associação de Médicos e Médicos-Dentistas anula conferência de imprensa

"Por razões de respeito no seguimento da morte inesperada do secretário de Estado, Camille Gira, a AMMD vê-se na obrigação de anular a conferência de imprensa prevista para hoje às 15h", anunciou em comunicado.


Notícias relacionadas

Secretário de Estado Camille Gira morreu aos 59 anos
O Secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e das Infraestruturas, Camille Gira, morreu hoje, aos 59 anos, na sequência de uma indisposição sofrida durante um debate que se realizava na Câmara dos Deputados, o Parlamento luxemburguês, na cidade do Luxemburgo.
Gira hatte am Rednerpult der Chamber einen Schwächeanfall erlitten.