Escolha as suas informações

Governo alerta para presença de bactérias ao longo do rio Moselle
Luxemburgo 31.07.2020

Governo alerta para presença de bactérias ao longo do rio Moselle

Governo alerta para presença de bactérias ao longo do rio Moselle

Foto: Volker Bingenheimer
Luxemburgo 31.07.2020

Governo alerta para presença de bactérias ao longo do rio Moselle

Redação
Redação
Estas batérias, conhecidas como algas azuis, podem ser tóxicas para humanos e animais. Numa nota divulgada hoje recomeda-se evitar o contacto com as águas deste rio.

O governo emitiu um alerta anunciando que há cianobactérias em diferentes partes do rio Moselle. A maior concentração destas bactérias verifica-se nas zonas em que há uma corrente mais lenta no caudal deste rio. "Sob certas condições estas bactérias crescem excessivamente e formam tapetes azul-esverdeados", pode ler-se num comunicado divulgado hoje pelo executivo. "Nestas condições, estas bactérias podem produzir toxinas que podem causar problemas de saúde para os seres humanos e animais", é o alerta deixado na nota. 

Entre os sintomas provocados pela bactéria podem verificar-se "irritações da pele, dores de cabeça, náuseas, gastroenterite, cãibras, paralisia, lesões hepáticas", sublinha-se na nota.

A causa exacta desta proliferação excessiva não é conhecida, mas resulta frequentemente de um fornecimento inadequado de nutrientes para estas bactérias provocada pela subida da temperatura da água.

O governo recomenda "evitar engolir ou o contacto com a água onde estes tapetes coloridos se encontram". Uma recomendação que se aplica tanto a humanos como a animais. 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas