Escolha as suas informações

Georges Heirendt é o novo presidente dos Hospitais Robert-Schuman
Luxemburgo 19.04.2021

Georges Heirendt é o novo presidente dos Hospitais Robert-Schuman

Georges Heirendt é o novo presidente dos Hospitais Robert-Schuman

Guy Jallay
Luxemburgo 19.04.2021

Georges Heirendt é o novo presidente dos Hospitais Robert-Schuman

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Jean-Louis Schiltz e Michel Wurth terão renunciado aos cargos de presidente e vice-presidente dos HRS, respetivamente.

O conselho de administração do Hospital Robert Schumann e da Fundação HRS reuniram-se esta segunda-feira para discutir as possíveis mudanças na liderança. 

Segundo avança a RTL, Jean-Louis Schiltz e Michel Wurth terão renunciado aos cargos de presidente e vice-presidente dos HRS, respetivamente. Georges Heirendt assume, assim, a função de presidente dos HRS, que tem instalações em Kirchberg, Gare, e Esch-sur-Alzette. Já Jean-Louis Schiltz deve permanecer como o presidente da Fundação HRS. 

Os HRS assumem agora a reestruturação da chefia após denúncias de cinco casos de vacinação indevida no organismo, em fevereiro. O primeiro caso - e o primeiro de vacinação indevida no país - diz respeito ao presidente e os dois vice-presidentes do Conselho de Administração dos Hospitais Robert Schuman (HRS) que foram vacinados no início da primeira fase da campanha de vacinação, a 15 de janeiro. 

À data, o então diretor-geral Claude Schummer rebateu esta informação e disse que, embora não estejam diretamente expostos à covid-19, os três membros da presidência do conselho de administração estão na vanguarda, uma vez que são parte integrante dos planos que mantêm os hospitais em funcionamento.    Poucos dias depois soube-se também que o Hospital do Norte apresentou uma queixa por alegadas irregularidades internas no processo de vacinação. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas