Escolha as suas informações

Fundo da Habitação já recuperou grande parte dos 800 mil euros desviados
Luxemburgo 06.06.2019

Fundo da Habitação já recuperou grande parte dos 800 mil euros desviados

Fundo da Habitação já recuperou grande parte dos 800 mil euros desviados

Foto: Pierre Matgé/Arquivo LW
Luxemburgo 06.06.2019

Fundo da Habitação já recuperou grande parte dos 800 mil euros desviados

No final de 2018, o organismo público perdeu vários milhares de euros depois de terem sido feitas duas transferências para uma conta polaca. Uma grande parte do montante já foi recuperada.

Esta quarta-feira, a presidente do Conselho de Administração do Fundo de Habitação, Diane Dupont, afirmou que a instituição conseguiu recuperar cerca de 85% do montante total que foi desviado, o que corresponde a 675.873,11 euros. As investigações para recuperar o valor restante, quase 125 mil euros, ainda estão a decorrer. Segundo Dupont, desde que o organismo perdeu 800 mil euros, o Fundo de Habitação reforçou os seus procedimentos de segurança, até porque, como afirmou a presidente, foi feita uma nova tentativa de fraude, mas sem sucesso.

Uma semana depois do caso de burla ter sido divulgado nos media, o diretor, Eric Rosin, demitiu-se. A ministra da Habitação garantiu na altura que a saída do diretor não estava relacionada com a burla de que o organismo público foi alvo. Esta terça-feira, cinco meses após a renúncia de Eric Rosin, o conselho de administração do Fundo de Habitação nomeou Jacques Vandivinit como novo diretor, que irá entrar em funções no dia 15 de setembro. 

No final de 2018, o Fundo da Habitação foi vítima de uma fraude. Em causa estão duas transferências, uma de 300.000 euros e outra de 530.000, que foram parar a uma conta bancária na Polónia. Os montantes destinavam-se ao pagamento de uma obra realizada por uma empresa luxemburguesa de construção, só que a conta polaca não pertencia à empresa. Segundo os dados divulgados na altura pela ministra da Habitação, Sam Tamson, a segunda tranche (530.000 euros) acabou por ser bloqueada pelo banco responsável.  

  


Notícias relacionadas