Escolha as suas informações

François Bausch: "Somos como drogados energéticos"
Luxemburgo 28.09.2022
Energia

François Bausch: "Somos como drogados energéticos"

Francois Bausch.
Energia

François Bausch: "Somos como drogados energéticos"

Francois Bausch.
Foto: Gerry Huberty
Luxemburgo 28.09.2022
Energia

François Bausch: "Somos como drogados energéticos"

Teddy JAANS
Teddy JAANS
Segundo Bausch, o importante por agora é "aliviar os cidadãos e evitar uma recessão iminente".

O vice-primeiro-ministro François Bausch defendeu esta quarta-feira o acordo tripartido para combater a inflação e o aumento dos preços da energia. Mas admitiu que a dependência dos combustíveis fósseis é um problema grave: "Somos como drogados energéticos", disse à rádio 100.7, referindo-se à dependência total do Luxemburgo dos combustíveis fósseis. 

Segundo Bausch, o importante por agora é "aliviar os cidadãos e evitar uma recessão iminente", disse à rádio 100.7. 

O acordo tripartido sobre as medidas para colmatar a crise energética é selado esta quarta-feira no Ministério de Estado entre as centrais da OGBL, LCGB e CGFP, Governo e patrões.


Carta à UE. Luxemburgo não se juntou a países que pedem teto para preço do gás
Portugal é um dos 12 Estados-membros que, numa carta conjunta, pedem à Comissão Europeia que apresente uma proposta para limitar o preço do gás. O Grão-Ducado ficou de fora.

Mesmo que o respeito do limite máximo de 30% da dívida pública esteja escrito no acordo da tripartida, não se deve negligenciar as circunstâncias particulares ligadas à pandemia e à guerra na Ucrânia, alerta François Bausch. 

É por isso que o acordo contém uma série de medidas para a transição ecológica, garantiu o ministro, cujos detalhes serão apresentados num futuro próximo.

Segundo o vice-primeiro-ministro existem alternativas de energias renováveis suficientes, mas, por enquanto, há que enfrentar o inverno que se aproxima. "Se ignorarmos a causa social, não vamos salvar o clima", advertiu. 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.