Escolha as suas informações

François Bausch revela: Governo quer voos directos para Nova Iorque
Luxemburgo 26.01.2016 Do nosso arquivo online

François Bausch revela: Governo quer voos directos para Nova Iorque

“Somos o aeroporto de passageiros que mais tem crescido em número de utentes na Europa”, regozija-se o ministro dos Transportes, François Bausch

François Bausch revela: Governo quer voos directos para Nova Iorque

“Somos o aeroporto de passageiros que mais tem crescido em número de utentes na Europa”, regozija-se o ministro dos Transportes, François Bausch
Foto: Guy Jallay
Luxemburgo 26.01.2016 Do nosso arquivo online

François Bausch revela: Governo quer voos directos para Nova Iorque

O ministro dos Transportes, François Bausch, quer ver lançada uma ponte aérea entre o aeroporto do Findel e Nova Iorque.

O ministro dos Transportes, François Bausch, quer ver lançada uma ponte aérea entre o aeroporto do Findel e Nova Iorque.

Em entrevista ao Luxemburger Wort, Bausch revelou estar que o seu ministério está a trabalhar na criação de uma linha directa entre as duas cidades.

“As ligações intercontinentais desde o Luxemburgo poderiam constituir um sinal forte e positivo para o conjunto da economia luxemburguesa”, considera Bausch.

O ministro do partido dos Verdes vê muito potencial no aeroporto do Findel e não descarta a possibilidade de o abrir a mais voos de longo-curso.

O número de passageiros voltou a aumentar em 2015, registando mais 9%, tendo chegado aos 2,7 milhões. Nos próximos anos será ultrapassada a barreira dos 3 milhões, o que tornará o terminal A insuficiente para responder ao fluxo.

Bausch promete pôr o terminal B a funcionar até meados de 2017, podendo assim o Findel acolher até 4 milhões de passageiros.

“Somos o aeroporto de passageiros que mais tem crescido em número de utentes na Europa”, regozija-se Bausch.

Este ano prevê-se a circulação de 2,85 milhões de pessoas no Findel, um aumento de 6%, que fica aquém do ano anterior, apesar das novas rotas.

Recentemente chegaram três novas companhias ao Findel: a grega Aegean Airlines, que vai ter dois voos semanais para Atenas, a francesa Hop, com um voo diário para Lyon, e a polaca LOT, com um voo por dia para Varsóvia.

Também a Luxair viaja para quatro novos destinos: Praga (República Checa), Almeria (Andaluzia), Zadar (Croácia) e Chania (Creta).

Quanto à Ryanair, que deveria ter começado a operar no Findel em 2015, as negociações foram interrompidas pela companhia irlandesa, anunciou Bausch. “Mas quando a companhia quiser vir, pode vir”, assegurou o ministro.

François Bausch recordou ainda que até meados de Abril, o Findel está a receber os passageiros do aeroporto de Metz-Nancy, devido a obras de repavimentação na pista daquela infra-estrutura da região Lorena.


Notícias relacionadas

Aeroporto do Findel: Terminal B vai abrir em 2018
O terminal B do aeroporto do Luxemburgo, no Findel, vai abrir em 2018. O edifício, que está fechado há vários anos, deverá estar operacional em 2018, ano em que se espera a conclusão da ligação ao principal terminal.