Escolha as suas informações

Francisca Van Dunem e Felix Braz. Uma amizade nascida na política europeia
Luxemburgo 2 min. 15.10.2021
Caso Braz

Francisca Van Dunem e Felix Braz. Uma amizade nascida na política europeia

Francisca Van Dunem (de pé à esquerda), e o marido Eduardo Ferreira (de pé à direita) com Feliz Braz e Bibi Debras, no Algarve, em 2020.
Caso Braz

Francisca Van Dunem e Felix Braz. Uma amizade nascida na política europeia

Francisca Van Dunem (de pé à esquerda), e o marido Eduardo Ferreira (de pé à direita) com Feliz Braz e Bibi Debras, no Algarve, em 2020.
Foto: DR
Luxemburgo 2 min. 15.10.2021
Caso Braz

Francisca Van Dunem e Felix Braz. Uma amizade nascida na política europeia

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
A ministra da Justiça de Portugal conta num depoimento exclusivo para o Contacto como Felix Braz fazia a diferença na política europeia e como tem acompanhado de perto a recuperação do seu amigo, que respira "esperança".

A Ministra da Justiça de Portugal, Francisca Van Dunem, conheceu o então seu congénere do Luxemburgo, Felix Braz, no Conselho da União Europeia e aí começou uma amizade entre os dois que se estendeu à família de Braz. 

A governante portuguesa segue de perto a recuperação do amigo, já se voltaram a encontrar depois do acidente, e acredita que a força de vontade de Feliz Braz e o "amor incondicional" da sua família vão vencer e o ex-vice-primeiro-ministro vai recuperar. 

O depoimento da ministra da justiça de Portugal em exclusivo para o Contacto, a propósito da reportagem publicada esta semana:

Falei a primeira vez com Felix Braz numa longa conversa telefónica, após ter iniciado funções como Ministra da Justiça de Portugal. O Luxemburgo ocupava a Presidência rotativa do Conselho da União Europeia e o seu Ministro da Justiça desdobrava-se em contactos para fazer aprovar a cooperação reforçada que viabilizaria a criação da Procuradoria Europeia.

Francisca Van Dunem, ministra da Justiça de Portugal.
Francisca Van Dunem, ministra da Justiça de Portugal.

Portugal estava entre os países que suscitavam objeções ao texto proposto e Felix decidiu contactar-me telefonicamente numa tentativa de sanar as divergências. Entendemo-nos, como não poderia deixar de ser.

Tivemos, depois, oportunidade de nos conhecer pessoalmente nas reuniões do Conselho de Ministros da Justiça.


Vídeo. Amor & traição
Felix Braz entregou-se de corpo e alma à política. Quando o coração o traiu, a política também. Vídeo completo sobre a luta de um homem pela dignidade.

Felix esteve sempre entre os ministros da Justiça mais reputados do Conselho. Alguém cuja opinião se queria sempre ouvir; alguém que se pronunciava com inteligência e saber sobre todos os temas. Alguém que fazia a diferença no concerto dos seus pares, acrescentando sempre algo novo.

Lúcido, brilhante e confiante, sempre soube ouvir e sobretudo, fazer pontes. É um negociador nato. Sabe como ninguém, conciliar posições.

Não sei se o que mais nos aproximou foi o facto de ser português ou a sua intransigente retidão e humanidade.

Encontramo-nos em Lisboa mais do que uma vez, partilhámos afinidades. Tornámo-nos amigos.

O conhecimento do acidente de saúde por que passou deixou todos os seus amigos gelados e incrédulos.

Mas apesar da brutalidade da doença que o acometeu, o Felix voltou à tona e renasceu, pronto para reiniciar tudo, para reaprender o que fosse necessário.

O ano passado encontrámo-nos em Portugal, no Algarve. Vi-o disposto a lutar para resgatar a sua vida. Vi à sua volta a Bibi, a Liz, o Emmanuel, mulher e filhos, uma família atenta e intensamente unida, a enfrentar em conjunto as adversidades. Tive então a certeza de que ultrapassaria aquele grave momento de dificuldade.


A segunda vida de Felix Braz
"Quando um homem cai, cai sozinho." Dois anos depois do ataque cardíaco e do coma, o lusodescendente que chegou a vice-primeiro-ministro do Luxemburgo fala de traição e amor, combate e sobrevivência. Uma reportagem com depoimentos, vídeos e imagens exclusivas.

Voltámos a ver-nos, no Luxemburgo, em junho passado. Respirava esperança e continuava protegido pela constância do amor familiar.

A notícia de que voltou a conduzir – um passo gigantesco no seu processo de recuperação - foi um momento de grande comoção, que me devolveu a certeza de que o Felix conseguirá vencer a terrível tormenta que se abateu sobre a sua vida. E todos os que com ele se cruzaram e tiveram o privilégio de apreciar as suas qualidades humanas e políticas estarão seguramente com ele e com a sua família, empenhados numa rápida e completa recuperação.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Reportagem publicada a semana passada no Contacto provoca reações no Luxemburgo e em Portugal. Políticos dos dois países enviam mensagens de coragem. Os Verdes consideram críticas injustas. O Governo remete-se ao silêncio.
Felix Braz na sua casa em Esch-sur-Alzette, ao lado da mulher, Bibi Debras.