Escolha as suas informações

Félix Braz continua em estado grave e foi substituído no governo
Luxemburgo 3 min. 28.08.2019 Do nosso arquivo online

Félix Braz continua em estado grave e foi substituído no governo

Félix Braz continua em estado grave e foi substituído no governo

Guy Wolff
Luxemburgo 3 min. 28.08.2019 Do nosso arquivo online

Félix Braz continua em estado grave e foi substituído no governo

Paula SANTOS FERREIRA
Paula SANTOS FERREIRA
Governo anunciou ontem que transferiu os “assuntos correntes” da pasta da justiça para o colega François Bausch, até haver um “diagnóstico preciso”. Presidente Marcelo está em contacto permanente e amigos portugueses “muito preocupados”.

Félix Braz, vice-primeiro-ministro do Grão-Ducado, continua nos cuidados intensivos, ou seja, em estado grave, num hospital da Bélgica.

A informação de que o ministro lusodescendente de 53 anos, permanece naquele serviço hospitalar foi avançada ontem pelo governo do Luxemburgo, em comunicado.

Félix Braz estava a passar férias com a família na zona costeira belga quando, no passado dia 22 de agosto, sofreu um enfarte de miocárdio, vulgarmente chamado de ataque cardíaco, como declarou ontem o ministro François Bausch e foi transportado para o hospital onde ainda se encontra.

Ontem, o governo do Luxemburgo divulgou um novo comunicado dando conta do estado de saúde de Félix Braz, informando de que “será necessário a realização de mais exames para se chegar a um diagnóstico preciso”.

Félix Braz.
Félix Braz.
Foto: Chris Karaba

Perante esta situação, o também ministro da Justiça não poderá exercer o seu cargo, por enquanto.

Pelo que o Ministério de Estado anunciou que “os assuntos correntes do ministério da Justiça são assegurados pelo Ministro da Defesa, da Mobilidade, dos Transportes Públicos e da Segurança Interna, Francois Bausch”.

Tal, não significa que, de momento, Félix Braz já não faça parte do governo, apenas que Bausch, seu colega do Déi Gréng, fica encarregue de dar seguimento, às pastas do ministro lusodescendente, enquanto não se esclarecer o seu estado de saúde.

De acordo com fonte do ministério de Estado a passagem dos “assuntos correntes” para outro governante, “acontece com alguma frequência, por exemplo, quando algum ministro está em deslocação no estrangeiro, outro ministro pode assinar os documentos durante a sua ausência”.

“Esperamos que ele melhore rapidamente”, disse ao Contacto aquela fonte.

“Não sabemos quanto tempo levará para que ele recupere. Ele foi vítima de um ataque cardíaco. Fazer uma previsão nesta fase é muito difícil”, declarou à RTL François Bausch sobre o estado de saúde de Félix Braz.

Segundo a edição alemã de ontem do Wort online, Félix Braz, sofreu um “ataque cardíaco”, estando em “coma induzido nos cuidados intensivos”, desde a passada quinta-feira. De acordo com os nossos colegas do Wort, “terá havido tentativas de reanimação”.

Amigos preocupados

Filho de imigrantes algarvios que chegaram ao Luxemburgo nos anos 1960, Félix Braz é o primeiro vereador, deputado e ministro de origem portuguesa no país.

Desde pequeno que está ligado à comunidade portuguesa e por isso, ao longo da vida foi fazendo muitos amigos entre os seus conterrâneos, que agora estão muito preocupados com ele.

“Ele é novo demais para sofrer um problema destes. Espero que não seja nada de grave que se recomponha e retome as suas atividades o mais rápido possível”, declarou ao Contacto, Eduardo Dias, dirigente da OGBL, no dia do anúncio do governo da hospitalização de Félix Braz.

Também José Trindade, presidente do C.A.S.A. enviou as rápidas melhoras ao seu amigo Félix Braz, em seu nome e em nome da comunidade portuguesa. “Fiquei chocado com a notícia. Estou muito preocupado”, admite este português. 

Com Manuela Pereira


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas