Escolha as suas informações

FC Porto sonha com reviravolta na eliminatória
O treinador do FC Porto acredita  que a sua equipa pode chegar às meias finais.

FC Porto sonha com reviravolta na eliminatória

Foto: AFP
O treinador do FC Porto acredita que a sua equipa pode chegar às meias finais.
Luxemburgo 4 min. 17.04.2019

FC Porto sonha com reviravolta na eliminatória

O treinador Sérgio Conceição e o lateral esquerdo Alex Telles acreditam no apuramento dos 'dragões', apontando, ambos, o equilíbrio defensivo e a concentração ofensiva como chaves do encontro que se disputa esta noite na cidade Invicta a partir das 21h.

 O treinador Sérgio Conceição elegeu o "equilíbrio" na defesa como uma das chaves do sucesso do FC Porto para a receção de quarta-feira ao Liverpool, na segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol.

A formação portuguesa perdeu no primeiro jogo, em Inglaterra, por 2-0, mas o técnico dos 'azuis e brancos' acredita que é possível inverter a eliminatória, apontando o caminho para que isso aconteça.

"O jogo fica difícil de preparar não só pela desvantagem, mas também por [o Liverpool] ser uma equipa muito forte nas saídas rápidas para o ataque. É preciso equilíbrio quando estivermos no processo defensivo, para não sofrer golos", advertiu Sérgio Conceição, em conferência de imprensa.

O técnico do FC Porto não poupou elogios ao adversário, falando num "Liverpool com uma dinâmica coletiva muito interessante e individualmente com jogadores de grande capacidade", considerando que a sua equipa "não pode desperdiçar as oportunidades que criar".

"O controlo da profundidade vai ser fundamental, e, depois, temos de ser eficazes ofensivamente e aproveitar as ocasiões que vamos ter", vincou o treinador.

Sérgio Conceição assumiu que o estilo do jogo do Liverpool vai ao encontro do que ele próprio pensa sobre o futebol e, mesmo reconhecendo que em alguns aspetos a formação inglesa "é uma das melhores do mundo", garantiu que o FC Porto está motivado para conseguir "uma reviravolta histórica".

"Baseamo-nos na qualidade dos jogadores e na grande ambição que temos em cada jogo. A nível emocional, não há maior motivação do que disputar os 'quartos' desta competição e poder fazer uma reviravolta histórica. A prova, por si só, já dá essa motivação ao grupo", vincou o treinador dos ‘dragões'.

O técnico insistiu que quer um FC Porto "forte no plano defensivo e concentrado ofensivamente", considerando que se a sua equipa estiver ao nível dos jogos que fez em casa frente ao Leipzig, na época passada, e à AS Roma, já este ano, na Liga dos Campeões, "vai criar muitas dificuldades ao Liverpool e ter uma palavra a dizer na eliminatória".

Alex Telles espera um FC Porto “mais preparado” para defrontar o Liverpool

Alex Telles quer travar Mohamed Salah e o Liverpool esta noite no estádio do Dragão.
Alex Telles quer travar Mohamed Salah e o Liverpool esta noite no estádio do Dragão.
Foto: AFP

Alex Telles disse hoje esperar um FC Porto "mais preparado" para defrontar o Liverpool, na segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, na qual tentará recuperar da desvantagem de 2-0 trazida de Inglaterra.

"Passámos por muitas coisas juntos e acho que estamos mais preparados para este duelo. Salah, Mané, Firmino... Os atacantes do Liverpool são conhecidos em todo mundo. São grandes jogadores, de classe mundial, todos conhecemos as suas qualidades, por isso vai ser muito difícil", referiu o defesa lateral esquerdo, em entrevista ao site oficial da UEFA.

Totalista na atual edição da ‘Champions', Alex Telles abriu a porta dos quartos de final ao FC Porto, anotando o golo decisivo diante dos italianos da AS Roma, nos minutos finais do prolongamento, na marcação de grande penalidade.

"Posso dizer que foi um dos momentos mais especiais da minha carreira, senão mesmo o mais especial. Foi um momento importante para mim e para o clube, porque a passagem aos quartos-de-final só ficou decidida perto aos 120 minutos, no final do prolongamento. Senti uma grande pressão e responsabilidade", recordou.

O brasileiro, de 26 anos, falou ainda dos motivos para a longevidade do FC Porto na principal competição europeia de clubes, reconhecendo que a união dos jogadores tem sido decisiva.

"Acho que os segredos são concentração e trabalho de equipa dos que estão em campo e de todos os que trabalham por fora. A união da nossa equipa tornou-nos mais fortes e, é claro, foi a qualidade de jogo que exibimos em campo que nos permitiu chegar até aqui", observou.

Convidado a destacar um companheiro, Alex Telles olhou para o ataque e sublinhou a importância do maliano Moussa Marega, terceiro melhor marcador da prova, com seis golos, superado apenas pelo argentino Lionel Messi (FC Barcelona) e o polaco Robert Lewandowski (Bayern de Munique), ambos com oito tentos.

"Acho que todos temos jogado bem, mas se tivesse de destacar um jogador que tenha feito a diferença, que tenha dado força e energia positiva à equipa, seria o Marega. Dá-nos sempre muita confiança no ataque. Está a fazer uma grande Liga dos Campeões e estamos felizes por ele", assinalou.

O FC Porto recebe o Liverpool esta quarta-feira, às 21h, no Estádio do Dragão, no Porto, e precisa de recuperar de uma desvantagem de 2-0 consentida na semana passada em solo inglês, na primeira mão dos ‘quartos', para manter-se na Liga dos Campeões.

A partida será arbitrada pelo holandês Danny Makkelie.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas