Escolha as suas informações

Eurostat: Luxemburgueses são dos que mais reservam hotéis e voos pela internet
Luxemburgo 18.05.2016

Eurostat: Luxemburgueses são dos que mais reservam hotéis e voos pela internet

Eurostat: Luxemburgueses são dos que mais reservam hotéis e voos pela internet

Foto: Reuters
Luxemburgo 18.05.2016

Eurostat: Luxemburgueses são dos que mais reservam hotéis e voos pela internet

Os luxemburgueses estão entre os europeus que mais utilizam a Internet para reservar hotéis e comprar passagens aéreas, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat.

Os luxemburgueses estão entre os europeus que mais utilizam a Internet para reservar hotéis e comprar passagens aéreas, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat.

Perto de três em cada quatro reservas de hotel (67,4%) foi feita via Internet pelos residentes no Luxemburgo, enquanto na União Europeia (UE) as marcações de alojamento em linha são mais baixas (54,8%), segundo o Eurostat.

O gabinete oficial de estatísticas da UE, que divulga dados de 2014, salienta ainda que a Roménia (7%) e a Bulgária (9%) são os países onde menos reservas de hotel foram feitas pela Internet, por oposição à Holanda (69%), França (68%) e Luxemburgo (67%).

Já no que respeita à compra de passagens aéreas, o Luxemburgo (74,2%) também está acima da média europeia (67,4%).

Nesta componente das deslocações turísticas, os habitantes da Finlândia (90%), Holanda (81%), França (77,1%), Irlanda (75,1%) e Luxemburgo (74,2%) são os que mais recorrem à Internet para comprar bilhetes de avião, enquanto a Roménia (23%), a Eslováquia (27%), a República Checa (38%), a Bélgica (45%) e a Grécia (47%) lideram o outro extremo da tabela.

O Eurostat publicou estes dados no âmbito do Dia mundial das telecomunicações e da sociedade de informação, que foi assinalado esta terça-feira.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Luxemburgo é campeão europeu na compra de livros online
O Luxemburgo é o país da União Europeia (UE) que mais compra livros e revistas pela Internet. Segundo um estudo realizado pelo gabinete europeu de estatísticas, Eurostat, 71% da população do grão-ducado, comprou estes produtos 'online', no ano passado. Em segundo lugar surgem os holandeses.