Eurostat

Jovens sem emprego e sem formação no Luxemburgo são 9%

Foto: Shutterstock

Na véspera do Dia Internacional da Juventude, o Eurostat revelou um relatório com dados de 2016 sobre a percentagem de jovens sem emprego e sem formação na União Europeia (UE).

No documento, o Luxemburgo aparece como um dos Estados-membros da UE com a menor taxa de jovens dos 20 aos 24 anos sem emprego ou sem formação, cerca de 9%.

O gabinete de estatística da União Europeia adianta ainda que, na última década, entre 2006 e 2016, a proporção de jovens entre os 20 a 24 anos sem emprego e sem estar em formação [NEET] permaneceu relativamente estável na generalidade da União Europeia.

De acordo com o relatório, em doze Estados-membros, a taxa NEET diminuiu, com as reduções mais significativas registadas na Bulgária (de 29,3% em 2006 para 22,7% em 2016, ou -6,6%), na Alemanha (-5,5%), na Polónia (- 3,6%), na Eslováquia e na Suécia (ambos -3,4%).

No documento publicado na véspera da comemoração do Dia Internacional da Juventude (12 de agosto), o Luxemburgo apresenta uma das menores percentagens dentro da EU, aparecendo apenas depois da Holanda (6,9%), Malta (8,1%) e Dinamarca (9%).

No lado oposto, Itália (29,1%), Roménia (23,6%) e Grécia (23%) lideram a lista dos países onde essas taxas são mais pronunciadas.

Ao nível da UE, são quase cinco milhões os jovens que não estão nem empregados, nem a fazer um estágio ou formação.

De acordo com o Eurostat, quase 90 milhões de pessoas entre os 15 e os 29 anos de idade vivem na União Europeia, o que representa 17% da população total da comunidade única.

O relatório indica ainda que a proporção de jovens que não estão empregados nem em formação “aumenta consideravelmente” com a idade. A taxa NEET situou-se em 6,1% para o grupo etário dos 15 aos 19 anos, em 2016, triplicou para 18,8% para os entre 25 e 29 anos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.