Escolha as suas informações

Europeias 2019. Mais de 53 mil eleitores votam por correspondência
Luxemburgo 21.05.2019

Europeias 2019. Mais de 53 mil eleitores votam por correspondência

hoto: Marc Wilwert

Europeias 2019. Mais de 53 mil eleitores votam por correspondência

hoto: Marc Wilwert
Foto: Marc Wilwert
Luxemburgo 21.05.2019

Europeias 2019. Mais de 53 mil eleitores votam por correspondência

Susy MARTINS
Susy MARTINS
As eleições europeias têm lugar no próximo domingo, dia 26. 53 mil eleitores escolheram votar por correspondência.

Há mais eleitores recenseados para as eleições do próximo domingo, dia 26, no Luxemburgo, do que nas anteriores. Segundo o Ministério de Estado estão inscritos 284.683 eleitores para estas eleições. São mais 20.000 do que nas anteriores em 2014, sendo que 7.765 têm nacionalidade portuguesa (10,3%).

O número de eleitores que pediram para votar por correspondência também subiu. No total são 53.712 pessoas que aderiram ao voto correspondência, o que representa 18,9% do eleitorado. Em 2014 eram apenas 5,5% (11.938). 

De referir ainda que desde das últimas eleições legislativas, que ocorreram em outubro de 2018, não é preciso ter uma razão específica para pedir o voto por correspondência. Qualquer habitante pode fazê-lo se assim o quiser. Por exemplo, nas últimas legislativas luxemburguesas 15,77% dos eleitores votaram por correspondência.


Conf.: “Paris COP21 - A Turning Point For Clean Technologies?“  -Camille Gira
Europeias 2019. Os rostos dos partidos no Luxemburgo
Conheça os candidatos dos dez partidos luxemburgueses às eleições europeias.

Para além desta mudança na lei, o facto das eleições europeias coincidirem com as férias escolares de Pentecostes é outra razão apontada para justificar a elevada taxa de adesão ao voto por correspondência.

O voto por correspondência tem de chegar ao destino, o mais tardar, até domingo, 26 de maio, sendo que ainda pode ser entregue pessoalmente nas urnas de voto, no máximo até às 14 horas do próprio dia das eleições.


Notícias relacionadas

A abstenção sobe em Portugal mas o número de votos também pode subir
Segundo uma sondagem à boca das urnas, ICS/ISCTE/GFK/Metris para a SIC estima uma abstenção e 66,5% a 70,5%. Resta saber se o número de votantes efetivos, uma vez que os cadernos eleitorais têm mais um milhão de eleitores por efeito do recenceamento automático dos residentes no estrangeiro. Em 2014 votaram 3,2 milhões de eleitores de 9,7 milhões inscritos.
Bolsonaro ganha no Luxemburgo
Os brasileiros do Grão-Ducado deram 42,9% dos votos ao candidato da extrema-direita brasileira. Fernando Haddad, do PT, que vai disputar a segunda volta no dia 28 de outubro, apenas teve 9,3% dos votos dos eleitores brasileiros que votaram no Luxemburgo.