Escolha as suas informações

EUA/Eleições: Obama diz que Trump viola valores norte-americanos
O ainda Presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama

EUA/Eleições: Obama diz que Trump viola valores norte-americanos

Foto: AFP
O ainda Presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama
Luxemburgo 05.11.2016

EUA/Eleições: Obama diz que Trump viola valores norte-americanos

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse esta sexta-feira que o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, viola os valores norte-americanos e "não está qualificado" para assumir a presidência.

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse esta sexta-feira que o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, viola os valores norte-americanos e "não está qualificado" para assumir a presidência.

Obama viajou até Fayetteville (Carolina do Norte), pedindo aos cidadãos que vão votar na próxima terça-feira, numa altura em que se realizam comícios em estados que podem ser determinantes para a escolha do próximo presidente dos Estados Unidos.

Numa referência a Trump, Obama disse: "Não podemos ter um Presidente que todos os dias parece violar os valores básicos" que os norte-americanos "ensinam aos seus filhos" e em relação a quem Trump tem falhado tantas vezes que "se tornou algo normal".

"O meu nome pode não estar no boletim de voto, mas tudo por aquilo que eu trabalhei está lá: justiça, igualdade, empregos. Não escolham o medo, escolham a esperança", pediu Obama, que voltou a arrastar multidões na reta final para as eleições presidenciais, e que conta com melhores índices de popularidade que a candidata democrata, Hillary Clinton, por quem fez campanha.

Na opinião do Presidente, Trump não tem qualquer qualificação para o cargo, mas avisou os eleitores da Carolina do Norte que estão "totalmente qualificados de sair para votar e evitar que [Trump] chegue à Casa Branca".

Trump ganhou terreno nas últimas sondagens na Carolina do Norte, onde está ligeiramente á frente de Clinton.

Se o republicano vencer neste estado, cresceriam consideravelmente as suas possibilidades de alcançar os 270 votos eleitorais (de um total de 538) necessários para alcançar a presidência.

Ainda assim, teria de conquistar à sua rival todos os outros lugares competitivos e arrebatar inesperadamente algum estado tradicionalmente democrata.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Donald Trump acusa Obama de dificultar transição
O Presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou hoje o ainda chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, de fazer declarações "inflamatórias" e de dificultar o processo de transferência de poder.
US-Präsident Barack Obama und sein Nachfolger Donald Trump bei einem Gespräch nach der Wahl im Weißen Haus.