Escolha as suas informações

Esta tarde: Falso alarme de bomba em Esch e na capital

Esta tarde: Falso alarme de bomba em Esch e na capital

Foto: Nicolas Bouvy
Luxemburgo 19.11.2015

Esta tarde: Falso alarme de bomba em Esch e na capital

O edifício da Comuna de Esch/Alzette foi esta tarde evacuado, durante duas horas, por causa de um falso alerta de bomba. Na capital, em Kircheberg, o Tribunal de Justiça da UE e o edificio Jean Monnet foram também evacuados esta tarde por ameaça de bomba.

O edifício da Comuna de Esch/Alzette foi estar tarde evacuado, durante duas horas, por causa de um falso alerta de bomba. Na capital, em Kircheberg, o Tribunal de Justiça da UE, e o edificio Jean Monnet foram também evacuados esta tarde por ameaça de bomba.

Em Esch, pouco antes do meio-dia, dois indivíduos foram avistados numa zona vedada ao público dentro do edifício. Um funcionário tentou interpelá-los e estes puseram-se em fuga.

A burgomestre da cidade alertou a polícia, que resolveu destacar para o local a Brigada de Minas e Armadilhas da polícia, que mandou evacuar o edifício da administração comunal. O largo diante do edifício também foi vedado ao público.

A operação foi dada como terminada perto das 14h30, sem que tenha sido encontrado qualquer engenho explosivo no edifício. Os funcionários comunais puderam voltar, nessa altura, aos seus postos de trabalho.

Mais tarde, cerca das 15h45, no Kirchberg, uma carrinha suspeita que estava mal estacionada fez com que a polícia mandasse evacuar preventivamente os edifícios Jean Monnet e do Tribunal de Justiça da UE.

A operação durou cerca de uma hora, até às 16h45, quando os funcionários europeus puderam voltar a entrar nos dois edifícios. 

Após os atentados de Paris, houve vários alertas de bomba ou para objectos suspeitos, a maioria em cidades europeias. Nenhum se revelou verdadeiro.


Notícias relacionadas

Bertrange: Falso alerta de bomba no City Concorde
É o quarto falso alerta de bomba no espaço de um mês no Luxemburgo. Esta manhã, o centro comercial City Concorde, em Bertrange, foi evacuado devido a uma ameaça de bomba. A lei luxemburguesa prevê multas e penas de prisão para quem lançar um falso alerta.
Gegen 9.30 Uhr wurde das Einkaufszentrum von der Polizei hermetisch abgeriegelt.
1.600 funcionários à espera de novas instalações: "Jean Monnet" - Asselborn espera acordo até meados de Fevereiro
O ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, espera encontrar uma solução até meados de Fevereiro para os 1.600 funcionários europeus que vão abandonar o edifício Jean Monnet, em Kirchberg. O prazo para abandonar o edifício, em fim de vida, já foi ultrapassado e Asselborn está em negociações com a Comissão Europeia para encontrar um acordo de transferência dos funcionários.
Edifício Jean Monnet